É dozespero... é dozespero... é dozespero!

Faltando menos de duas semanas para o segundo turno das eleições em São Luís (MA), o candidato Eduardo Braide (PMN), vem sofrendo ataques de aliados do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em diversas mídias diferentes

Faltando menos de duas semanas para o segundo turno das eleições em São Luís (MA), o candidato Eduardo Braide (PMN), vem sofrendo ataques de aliados do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em diversas mídias diferentes
Faltando menos de duas semanas para o segundo turno das eleições em São Luís (MA), o candidato Eduardo Braide (PMN), vem sofrendo ataques de aliados do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em diversas mídias diferentes (Foto: Ricardo Fonseca)

Nessa reta final de campanha, faltando menos de duas semanas para o segundo turno das eleições em São Luís (MA), o candidato Eduardo Braide (PMN), vem sofrendo ataques de aliados do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em diversas mídias diferentes.

Uma forte campanha envolvendo jornalistas e blogueiros alinhados com a prefeitura, tenta a todo custo desqualificar declarações do favorito nas pesquisas, para tentar reverter o que parece irreversível, a vitória limpa e honesta do candidato independente,  livre de vícios dos grupos políticos polarizados e que representa a verdadeira esperança do povo ludovicense.

Dois episódios que aconteceram ontem e hoje (18) mexeram com o imaginário daqueles que buscam a todo custo, argumentos reais para desestabilizar a popularidade relâmpago de perante a opinião pública:

O primeiro aconteceu no que seria um debate no Conselho Regional de Medicina, com os dois candidatos a prefeitura da cidade. Porém como já era esperado, o prefeito que hoje é vidraça e com medo do confronto, não compareceu...

“Sempre estive presente a todos os eventos, debates, sabatinas e conversas que sou convidado. Essas são as oportunidades que temos de debater os problemas e, mais que isso, apontar as soluções para esses problemas da cidade. Por isso estou aqui, para conversar com vocês e escutar de vocês os principais problemas na área da saúde em São Luís”, disse Eduardo aos médicos.  

O presidente do CRM-MA, o médico Abdon Murad, destacou a postura de Eduardo Braide em participar do debate com os médicos. “Que bom que o candidato Eduardo Braide veio e respondeu a todos os nossos questionamentos. É assim que se faz, disse ele.

Nesse mesmo evento Eduardo Braide fez um desabafo, que foi deturpado e amplamente divulgado na mídia, por aqueles que vestiram a carapuça. Disse ele:

“Eu já vi médicos sendo vítimas de blog e eu quero dar um conselho a vocês: Se todos vocês fizessem o que eu fiz, não existiria mais blogueiro nessa cidade tentando assacar os outros e tentando denegrir a imagem dos outros. Façam isso, façam isso e vocês passarão a ser respeitados.

O candidato se referiu a um episódio envolvendo o médico Benedito Sabbak Thome Júnior. Reveja aqui:

http://www.netoferreira.com.br/poder/2016/07/medico-preso-por-desacato-diz-que-foi-agredido-por-policiais/

Pois bem, alguns blogueiros digamos que “muito bem relacionados” com a prefeitura, se sentiram extremamente ofendidos e partiram novamente para o ataque.

“ Não podemos admitir que ele nos intimide, disse um deles no almoço para a formação da AMABLOG ( Associação Maranhense de Blogueiros), onde foi eleito por unanimidade o decano Luís Cardoso como presidente.  

O segundo momento também polêmico foi protagonizado pelo deputado Adriano Sarney (PV), membro da terceira geração do Clã que governou o maranhão por 50 anos e foi derrotado em 2014, pelo governador Flávio Dino.

Adriano que é o primogênito do Ministro do Meio Ambiente Zequinha Sarney, ocupou a tribuna da Casa Legislativa do Maranhão, não para defender projetos de lei ou emendas parlamentares e muito menos para defender à sua tão criticada família como é de praxe. Sarneyzinho foi para a tribuna para pasmem! tentar desqualificar as declarações de Eduardo Braide quando disse que “não tinha conchavos políticos com ninguém” em seu programa de rádio e TV, disse ele:

“O deputado Eduardo Braide no primeiro turno, buscou o apoio do grupo Sarney, buscou o apoio do dep. Adriano Sarney presidente do partido verde aqui nesta casa, para que o PV o apoiasse na sua candidatura a Prefeito de São Luís. Buscou o apoio do PMDB e foi até a sede do PMDB – deputado Othelino  Neto (PCdoB) -  no São Francisco, pedir o apoio direto pedir o apoio do presidente estadual do PMDB, Senador João Alberto. [...] Foi até a casa da ex governadora Roseana Sarney, pedir o apoio da ex governadora Rosena Sarney e pedir o apoio do PMDB, no primeiro turno.”

Confira a íntegra aqui: https://youtu.be/HpODXPydZYk

Pois bem, o jovem Sarney que até hoje vem desempenhando um papel coadjuvante em seus pronunciamentos, ficando à sombra de seu companheiro de partido, o dep. Edilázio Júnior, sua prima a dep. Andrea Murad (PMDB) e do cunhado dela, o dep. Souza Neto (PROS), como integrantes de um pequeno bloco de oposição que nem de longe incomodam o  governador.  Resolveu surfar na onda dos aliados do 12 para tentar manchar a imagem do candidato favorito nas pesquisas, conseguir atrair os holofotes e mais alguns minutinhos de fama.

Adriano Sarney passou por cima de seu orgulho e resolveu unir-se até com Dinistas para tentar desmentir o candidato do PMN, que está incomodando (e quem sabe até acomodando) grupos políticos conhecidos e polarizados na cidade.

Porém, conversando com o dep. Edilázio Júnior (PV), depois da sessão, ele disse a um grupo de blogueiros em que eu estava,  que Braide procurou o grupo Sarney quando ainda era pré-candidato: “Foi verdade, ele procurou a gente na pré-campanha apenas. Questionado sobre sua opinião a declaração, ele emendou: “Achei legal ele ter dito isso aqui hoje.”

Bingo! É público e notório que o Partido Verde apoiou a candidata derrotada e deputada Elizane Gama (PPS), no primeiro turno. Reveja aqui:

http://g1.globo.com/ma/maranhao/eleicoes/2016/noticia/2016/08/pps-oficializa-candidatura-de-eliziane-gama-prefeitura-de-sao-luis.html

Portanto, mesmo que tivesse procurado grupos políticos e já disse que o fez, Eduardo Braide , nessas eleições, saiu com a cara e a coragem, sozinho no primeiro e no segundo turno, tendo somente apoios espontâneos de políticos dos mais diversos partidos.  Como falou em seu programa, não está ligado nem ao grupo do governador Flávio Dino (PCdoB) e muito menos ao grupo dos Sarney.

Conclui-se que foi totalmente desnecessária e fora de contexto essa declaração intempestiva do Neto do ex-Presidente da República, na manhã desta terça-feira, a qual mais uma vez, só fortalece o candidato,  visto que foi feita na sua pré-campanha e não na campanha propriamente dita.

A assessoria do candidato emitiu uma nota oficial sobre o assunto, na qual segue a íntegra:

NOTA | EDUARDO BRAIDE

Fico surpreso a cada dia com as tentativas de me atacarem politicamente. Nunca escondi de ninguém que conversei com lideranças políticas de São Luís e do Estado. Isso faz parte da política, até porque um bom gestor precisa ter bons relacionamentos com quem pode ajudar a nossa cidade.

Ao fazer seu pronunciamento hoje, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Adriano Sarney poderia ter usado a mesma verdade para declarar seu apoio ao meu adversário, fato já conhecido no meio político.

A postura do parlamentar só reforça que não fiz acordos ou conchavos para disputar a Prefeitura de São Luís desde o primeiro turno das eleições, quando tive somente 10 segundos de tempo de propaganda no Rádio e na TV. Reafirmo que sou independente e a minha única aliança é com o povo, que espera essa postura no jeito de fazer política. 

Eduardo Braide

Candidato a prefeito de São Luís

 A cada novo ataque, uma nova resposta.  Eduardo Braide está ficando PHD em refutar acusações infundadas. Agora só restam os debates que virão, para que os dois candidatos possam convencer opositores ou aliados, indecisos ou não, e confirmar os resultados das pesquisas que ainda virão pela frente.

O blog deseja que a campanha transcorra de forma limpa e honesta,  que vença o melhor para São Luís (MA). Mas que vençam pelo conteúdo das propostas  e preparo político. repudío toda e qualquer manifestação para denegrir, sujar, caluniar, injuriar, difamar ou ferir a imagem de quem quer que seja.  Os candidatos precisam concorrer e vencer pelo teor de suas propostas e não por boatos ou factoides. #ficaadica

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247