Eleição de Francia Márquez a vice presidenta da Colômbia se traduz na libertação da afro latino américa

Francia Márquez foi reconhecida por se ter tornado uma voz em defesa das comunidades, do ambiente e dos territórios ancestrais do Pacífico colombiano

www.brasil247.com - Francia Márquez, candidata a vice-presidente da Colômbia
Francia Márquez, candidata a vice-presidente da Colômbia (Foto: Divulgação)


Francia Elena Márquez Mina, a advogada afro colombiana eleita como nova vice-presidenta da República para o mandato de 2022 - 2026 na noite de domingo, 19 de junho, com mais de 50% dos votos no segundo turno presidencial. A mulher é a escolha de Gustavo Petro, do Pacto Histórico, que será o primeiro presidente de esquerda do país sul americano do pacifico banhado pelo mar caribenho.

A sua eleição é histórica porque ela se tornou a primeira mulher afro chegar a Vice-Presidenta do país.

Francia nasceu em Suárez, Cauca. É uma líder social, advogada da Universidade Santiago de Cali e faz especialização em escrita criativa na Universidade ICESI. É reconhecida como ativista e ganhou o Prémio Goldman - considerado o "Prémio Nobel do ambiente" - em 2018 pela sua luta contra a mineração ilegal no sudoeste do país, que começou quando era membro do Conselho Comunitário de La Toma, no seu município natal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, a sua defesa do território e das comunidades desta região levou-a a enfrentar ameaças de grupos armados ilegais. Nesse ano, sofreu um ataque em Santander de Quilichao, Cauca, durante uma reunião com a Associação dos Conselhos Comunitários do Norte do Cauca.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2019, a BBC Britânica incluiu Francia Márquez na sua lista das 100 mulheres mais influentes do mundo. "Eu quero ser presidente deste país", escreveu na altura na sua conta do Twitter. Em 2020, foi presidente do Conselho Nacional para a Paz e Coexistência, quando se dedicou à defesa do cumprimento dos Acordos de Paz. Os seus prémios incluem também o Prémio Nacional para a Defesa dos Direitos Humanos, em 2015.

Em 2021, foi pré-candidata à presidência do Pacto Histórico e participou nas consultas a 13 de março. Obteve o maior voto da coligação com 783.160. A 23 de março, Gustavo Petro anunciou que seria a sua candidata a vice-presidenta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As suas iniciativas

Francia Márquez foi reconhecida por se ter tornado uma voz em defesa das comunidades, do ambiente e dos territórios ancestrais do Pacífico colombiano. "Faço parte de um processo, de uma história de luta e resistência que começou com os meus antepassados que aqui foram trazidos como escravos. Faço parte da luta contra o racismo estrutural. Faço parte da luta para continuar a dar à luz a liberdade e a justiça", afirmou repetidamente.

A sua luta pela proteção da "casa grande", como ela chama aos territórios, começou quando tinha 15 anos de idade. No final dos anos 90, Márquez participou nos processos da sua comunidade sobre os efeitos de um megaprojeto para desviar o rio Ovejas para a barragem de Salvajina.

Para a sua pré-candidatura presidencial deste ano, lançou o movimento 'Soy Porque Somos' (Eu Sou Porque Somos), que também se tornou o seu slogan político. Vem de uma tradução do princípio Ubuntu, filosofia africana que significa "Eu Sou Porque Somos".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante a corrida presidencial, ela irrompeu na agenda pública com um discurso centrado em comunidades e regiões historicamente excluídas, feminismo na política, dignidade, justiça e direitos, e conseguiu trazer questões como o racismo, o classismo e o sexismo para a vanguarda do debate.

Em realidade, a eleição e ascensão de Francia Márquez a vice-presidenta da República colombiana se traduz na revalorização dos aportes culturais dos africanos e seus descendentes, bem assim, na libertação do povo negro e da afro latina américa.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email