Eleição no Espírito Santo

Temos o compromisso público da deputada estadual Iriny Lopes e do deputado federal Helder Salomão com a pauta memória, verdade e justiça

www.brasil247.com -
(Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Depois do PT do ES pagar um pesado tributo em benefício do arranjo nacional com o PSB e ficar sem candidaturas aos cargos majoritários, o saldo resumido foi a eleição de um escroque bolsonarista, Magno Malta, para o Senado, e o pivô do acordo, Renato Casagrande, ir para o segundo turno com outro desprezível bolsonarista, Carlos Manato, e França perder a disputa para o Senado em São Paulo. Oxalá Haddad vença com as bençãos do Espirito Santo e assim o tributo estará recompensado. 

O ES já viveu dominado, institucionalmente, pelo crime organizado, já conviveu e enalteceu pistoleiros como Cláudio Guerra e outros. E Manato foi adepto do Esquadrão da Morte. 

Autodeclarado da bancada da bala, Manato é a pretensão do ressurgimento daquela época cinzenta das instituições capixabas.  

As entidades como MPE, OAB, DPE, Judiciário e tantas outras que naquela época foram vitais para enfrentar o ex-deputado Gratz e Cia, devem, imperativamente, se manifestar contra esse potencial risco.

O outro candidato é o atual governador, Renato Casagrande, que tenta a reeleição, velho conhecido do povo capixaba como gestor.

Não se trata de comparar dois políticos, mas de um político com um quadrilheiro bolsonarista raiz; se trata de escolher entre um político de direita, ingrato, que esquece compromissos, a serviço das elites empresariais, e outro de ideologia nazifascista, membro da famigerada e “extinta” Scuderia Le Coq, que, se chegar à vitória, vai governar com punitivistas togados e policiais matadores, a repressão será a sua linguagem.  

Já temos o escroque Magno Malta para envergonhar o ES no Senado, ter um outro de igual índole como governador, é perversidade demais para um estado belo por natureza e abençoado pelo nome divino.

Os capixabas, apesar de maioria conservadora, não merecem, será muita carga político-ideológica de extrema direita sobre suas cabeças. 

No ES como no Brasil a contenda não é direita versus esquerda, mas entre a barbárie e a civilidade.

Aos capixabas espalhados pelos quatros cantos do país, apelo que colaborem com o possível para não termos retrocesso diabólico no querido estado.

Lula é vitualmente o novo presidente do Brasil, precisamos no governo estadual de alguém que tenha fácil diálogo com o novo governo federal, e este alguém é o Renato, que encontrará na vice presidência da República seu parceiro de partido, PSB, Geraldo Alkmin. 

O ES não deve entrar na contramão do novo ciclo de reconstrução democrática, com comida e emprego para o povo brasileiro, que deverá ser a meta imediata do novo governo da Frente da Esperança.

Manato gosta de mamata e de quem gosta de matar, é negacionista da ciência (chegou ao ponto de afirmar que a pandemia não existiu), e é um robozinho capixaba de fakenews.  

Traidor não se esquece, torturador não se perdoa, matador, nem nas touradas.

Renato neste segundo turno está com postura diferente do primeiro, no qual esnobou o PT, sindicatos e movimentos sociais. Desta feita, já assinou vários termos de compromissos, sabemos que não é cem porcento de garantia, mas servirão para cobrar, enquanto seu adversário não assumiu nenhum compromisso com as entidades dos trabalhadores.

Casagrande, no seu primeiro governo, enviou, no apagar das luzes, no penúltimo mês do mandato, em novembro, quando já havia perdido a reeleição, um projeto de reparação aos atingidos da ditadura em solo capixaba para a Assembleia Legislativa. Paulo Hartung, governador eleito, mandou retirar o projeto. Quatro anos depois, Casagrande voltou ao governo e esqueceu o compromisso com o Fórum Memória e Verdade do ES e não reenviou o projeto.

Temos o compromisso público da deputada estadual Iriny Lopes e do deputado federal Helder Salomão com a pauta memória, verdade e justiça, portanto, estamos com forte expectativa de avançarmos na luta pela justiça de transição no estado e no Brasil. 

Vamos à caça aos votos por  Lula presidente do Brasil e Renato Casagrande  governador.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247