Eleitor do Rio: você já foi à Disneylândia?

O Rio de Janeiro continua lindo em sua geografia. Porém a cidade que já fora a capital do Brasil está em seu estertor social e portanto político

Panorama da cidade do Rio de Janeiro com destaque para as montanhas do Corcovado e Pão de Açúcar
Panorama da cidade do Rio de Janeiro com destaque para as montanhas do Corcovado e Pão de Açúcar (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasi)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Vejamos os fatos: “Em novo depoimento no curso do processo da Operação Catarata, que investiga fraudes na prefeitura e no governo do Rio, o ex-assessor do governador Cláudio Castro (PL) Marcus Vinícius Azevedo da Silva voltou a associar o chefe do Executivo a recebimento de propina. Ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), Marcus Vinícius afirmou que Castro recebeu US$ 20 mil durante uma viagem à Flórida, nos Estados Unidos, quando ainda era vereador. O vídeo com este trecho do depoimento foi divulgado no portal UOL. O caso está sob sigilo. O EXTRA não conseguiu confirmar se o delator entregou ao MP documentos que corroborem sua versão.” 

Ir à  DISNEYLÂNDIA foi um dos passeios “financiados” no caso supracitado. 

continua após o anúncio

O Rio de Janeiro continua lindo em sua geografia. Porém a cidade que já fora a capital do Brasil está em seu estertor social e portanto político. Há gente morrendo nas ruas: de fome. Há crianças nascendo para retroalimentar o tráfico. A escola pública é troféu politiqueiro partidário; e as baixas por assaltos e balas “perdidas” já se tornou lugar comum. 

O panorama (na cidade do Rio de Janeiro) não é de cartão postal, nem para inglês ver. Eu mesma, em 23 de julho fui ao lançamento do livro do jornalista Rodrigo Vianna; na ABI, no histórico encontro do BRASIL 247; e ao sair, quando desci para pegar um táxi de volta á casa...quase fui assaltada. É minha gente...A vitrine do Brasil está opaca pelo crime e pela vilania. No comando governamental existem desmandos e corrupção; que é o que aparece expresso no primeiro parágrafo.  

continua após o anúncio

O povo carioca e fluminense não aguenta nenhum dia de estado policialesco regado à insegurança. O Império da aporofobia e a perseguição aos professores precisam sair de cena do palco da cidade maravilhosa e dos outros 91 municípios que compõem o segundo Estado mais populoso do Brasil, com quase dezoito milhões de habitantes.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247