Espelho, espelho meu: quem tem mais desafetos do que eu?

"Em apenas cinco meses na presidência, Bolsonaro traiu Magno Malta, demitiu Gustavo Bebbiano, brigou com Rodrigo Maia, atacou Hamilton Mourão e Santos Cruz, ameaçou Nicolas Maduro e Cristina Kirchner, foi escorraçado pelo prefeito de Nova York", diz Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia

Espelho, espelho meu: quem tem mais desafetos do que eu?
Espelho, espelho meu: quem tem mais desafetos do que eu? (Foto: Adriano Machado - Reuters)

Por Alex Solnik, colunista do 247 e membro do Jornalistas pela Democracia

Nenhum presidente da República fez tantos desafetos de tantas tendências políticas em tão pouco tempo e em tantos lugares do mundo.

Em apenas cinco meses na presidência, Bolsonaro traiu Magno Malta, demitiu Gustavo Bebbiano, brigou com Rodrigo Maia, atacou Hamilton Mourão e Santos Cruz, ameaçou Nicolas Maduro e Cristina Kirchner, foi escorraçado pelo prefeito de Nova York, cortou publicidade d'O Globo, da Rede Globo, da Folha de S.Paulo, d'O Estado de S.Paulo, desqualificou o STF, MPF, IBGE, maltratou jornalistas, cortou verba de artistas, tirou direitos dos índios, menosprezou ambientalistas, censurou publicitários, xingou estudantes e professores, intimidou reitores com corte de verbas, perdeu confiança de empresários, injuriou negros, gays e deputados.

Com tantos desafetos, quem irá defendê-lo na hora que precisar?

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247