Esquerda decide ser subalterna a um setor do golpe contra outro setor golpista

Ao se aliar com os golpistas, o PT se alia com quem quer ver o partido extinguido e cassado e, assim, dá um tiro no próprio pé

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/Twitter)


Por Juca Simonard

Na crise política da direita pelo poder do atual regime, a esquerda decidiu ser subalterna a um setor golpista contra um outro setor do golpismo. Que o PSB e o PDT se unam ao bloco de Maia (DEM) na disputa pela Presidência da Câmara dos Deputados, é compreensível - afinal são os partidos da face esquerda do golpe. O PCdoB é o principal porta-voz da frente ampla com os golpistas. Normal também...

Agora, o PT comete um grave erro. Já ficou claro, com o impeachment de Dilma Rousseff e a prisão e a suspensão dos direitos políticos de Lula, que do ponto de vista institucional o principal alvo dos golpistas é o PT, que tem apoio das grandes organizações dos trabalhadores - CUT, MST, etc.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ficou claro também, com as eleições municipais, que a burguesia golpista quer isolar o PT através da política de “frente ampla”, fazendo o principal partido da esquerda brasileira perder seu protagonismo político, enquanto é perseguido pela ditadura da burocracia estatal reacionária (juízes, promotores, etc.).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim, o PT ao invés de propor uma campanha de denúncia sobre o esquema para manter golpistas no controle do Congresso nacional e fortalecer uma campanha de mobilização contra o golpe de Estado, decidiu se aliar com seus carrascos na Câmara. Ao invés de promover uma política independente para os trabalhadores, decidiu subordina-los aos seus principais inimigos: a burguesia venal, neoliberal e que sustenta o fascista Jair Bolsonaro.

A guerra entre o setor dito “democrático”, “civilizado” e “científico” contra o grupo “fascista”, “bárbaro” e “negacionista” é uma guerra entre quadrilhas. Na realidade, ninguém é civilizado, democrático e científico; são todos golpistas, bárbaros, fascistas e genocidas (como ficou claro com a pandemia da Covid-19).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agora é o momento de romper com este tipo de aliança, lançar Lula candidato a presidente em 2022, mobilizar pelo Fora Bolsonaro e assim por diante. Ao se aliar com os golpistas, o PT se alia com quem quer ver o partido extinguido e cassado e, assim, dá um tiro no próprio pé.

Mas não só isso: se alia também com os piores inimigos dos trabalhadores. Maia foi o "general da Reforma da Previdência", segundo o próprio Bolsonaro, e está sentado em cima de mais de 50 pedidos de impeachment - e motivos não faltam para tirar o fascista do poder. 

Isso para citar alguns exemplos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O bloco "civilizado" é o principal responsável por Bolsonaro e se unificou contra o PT em 2018 para eleger o "bárbaro".

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email