Janot vai pedir 12 anos de cadeia para Temer

A nova denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o ilegítimo Michel Temer, pelo crime de corrupção passiva, prevê pena de 2 até 12 anos de prisão. A nova denúncia que será protocolada esta semana no Supremo Tribunal Federal fará a ligação entre o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrado em filmagens carregando uma mala com R$ 500 mil de propina, e Temer

A nova denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o ilegítimo Michel Temer, pelo crime de corrupção passiva, prevê pena de 2 até 12 anos de prisão. A nova denúncia que será protocolada esta semana no Supremo Tribunal Federal fará a ligação entre o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrado em filmagens carregando uma mala com R$ 500 mil de propina, e Temer
A nova denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o ilegítimo Michel Temer, pelo crime de corrupção passiva, prevê pena de 2 até 12 anos de prisão. A nova denúncia que será protocolada esta semana no Supremo Tribunal Federal fará a ligação entre o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrado em filmagens carregando uma mala com R$ 500 mil de propina, e Temer (Foto: Esmael Morais)

A nova denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o ilegítimo Michel Temer, pelo crime de corrupção passiva, prevê pena de 2 até 12 anos de prisão.

A nova denúncia que será protocolada esta semana no Supremo Tribunal Federal fará a ligação entre o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), flagrado em filmagens carregando uma mala com R$ 500 mil de propina, e Temer.

O dinheiro teria sido para o pagamento de uma prestação de propina destinada a Michel Temer, segundo os delatores da JBS.

Janot também estuda a possibilidade de denunciar Temer por obstrução da Justiça, haja vista os últimos episódios em que o ilegítimo se recusou a responder as 82 perguntas formuladas pela Polícia Federal, no âmbito da Lava Jato, e a suposta espionagem contra o ministro Edson Fachin por meio do serviço secreto.

Das perguntas não respondidas tem aquela enigmática sobre "Edgar", que seria uma pessoa próxima a Temer.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247