Liberdade de expressão e fake news

Resistir à desinformação de “Marias” ou “Beltrão” é preciso.

www.brasil247.com - Maria Beltrão
Maria Beltrão (Foto: Reprodução)


A ABI é uma instituição centenária: 113 anos. Associação Brasileira de Imprensa uma luta, uma história, uma resistência em jornalismo. 

  O Código de Ética dos jornalistas nos lega: liberdade, responsabilidade, compromisso, obrigação social dentro das malhas privadas, públicas e não-governamentais. Resistir à desinformação de “Marias” ou “Beltrão” é preciso.

  Quando um jornalista realiza documentários brilhantes, como por exemplo o jornalista Joaquim de Carvalho vem realizando no Brasil 247 ( de forma investigativa),  ou escreve um livro com o apoio dos fatos de forma altamente elucidativa; como o exemplo a seguir demonstra, ele está exercendo a profissão com seu ethos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 Nos tempos líquidos estamos navegando nas ondas dos bytes, nossos olhos enxergam a quantidade, não a qualidade. O ideal é que ambas se equilibrem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 “Escrever” não é para todos, posto que esta atribuição depende de certas prerrogativas como: criatividade, reflexão, coesão...

   Já somos oito mil pessoas curtindo e comentando este empreendimento que narrará de forma historiográfica o advento da Vigília histórica LULA LIVRE que acampada em Curitiba fez a diferença em termos de resistência histórica no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 Sublevações já delinearam a trajetória de este povo que sempre fora escarnecido e espoliado; e reagir às pressões de uma burguesia; e de uma elite do atraso que sempre pisoteou seus lombos foi a tônica de Antônio Conselheiro, José Maria, Tiradentes, João Cândido, Luís Carlos Prestes, Felipe dos Santos e outras atores/líderes da resistência.

  Os públicos que participam de este case, que é a página instituída no Facebook para divulgar o livro histórico é aquele que também é RESISTENTE.

   OBJETIVOS DA COMUNICAÇÃO DO PROJETO DO LIVRO BOM DIA PRESIDENTE LULA – UMA HISTÓRIA  DE RESISTÊNCIA. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 Partindo de estudos historiográficos na área das sublevações nacionais me senti empolgada com o movimento da Vigília Lula Livre em Curitiba quando da prisão do ex-presidente Lula. Através dos tempos vimos brotar no Brasil inúmeras revoltas contra o status-quo: geralmente de cunho opressor. 

  Na qualidade de escritora, historiadora e jornalista percebi o quanto se faz mister a confecção de mais um momento elucidativo e elucubrativo da trajetória do povo brasileiro vitimado pelo golpe de 2016.  Os objetivos são de cunho educacional e sociológico, no campo dos saberes que facilitam o processo de ensino-aprendizagem formal e informal.

  Publicar e divulgar livros; ou outros modelos documentais se faz altamente salutar, principalmente dentro do contexto cultural e massivo e sob o aspecto midiático reducionista. Os produtores de conteúdo que navegam on-line saem das esteiras das fábricas de “aspidistras”, mantém o sistema. 

  Que o diga o autor de A flor da Inglaterra , George Orwell. O mesmo da Revolução dos bichos e Duas na Birmânia, o jornalista e escritor disse que o nazismo é uma forma de capitalismo; e em sua mais difundida obra 1984: expõe de forma visionária muitas das realidades atuais. Incluindo o cerceamento da liberdade de expressão, que hoje no Brasil se confunde com liberdade de agressão.

  Somos livres para xingar, mentir, ameaçar, e denegrir nosso próximo em nome da liberdade de expressão (expressão de ideias sem ameaças)? Onde impera um cardápio de indultos VIPS a serem distribuídos no clube de uma milícia evangelística, que rouba dos pobres para dar aos ricos.

#LEIABRAZILEVIREBRASIL 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email