Lula Livre e a esperança por um Brasil civilizado

Lula: "Vocês eram alimento da democracia que eu precisava para resistir". (Lula em discurso ao povo  após sair livre da Federal de Curitiba)

O STF restabeleceu o Direito, a Constituição e a Democracia. 

Eu sei que muita gente é adversário e até mesmo inimigo de Lula, um preso político de agentes do Estado, a partir das Forças Armadas, mas principalmente de juízes, procuradores e delegados da PF que se aventuram num golpe de estado faccioso, violento, ideológico à direita e à extrema direita e, principalmente, entreguista.

Trata-se de um golpe, sobretudo, econômico e geopolítico, que sem o encarceramento do maior político da América Latina e a deposição bárbara e covarde de Dilma Rousseff da Presidência da República, não seria possível aos golpistas e entreguistas, das laias de Michel Temer, Jair Bolsonaro e suas equipes traírem o Brasil e entregar riquezas incalculáveis, a exemplo do Pré-Sal.

Soma-se a este ato criminoso e irresponsável a entrega de estatais estratégicas como a Embraer e a Transpetro, que foram vendidas a preços ridículos, em um processo criminoso contra o Brasil, por parte daqueles que estão no poder e jamais apresentaram um programa ou projeto de desenvolvimento do País e de melhoria na qualidade de vida do povo brasileiro.

Lula é a antítese dessa longa caminhada por veredas tortuosas e espinhentas, que ele está a superar, passo a passo, com paciência de um monge e a resiliência das pessoas especiais, que nascem com seus destinos previamente determinados, como se fossem já parte da eternidade.

Lula é espiritualmente acima do comum e sua alma, personalidade, caráter, carisma, espírito ou o que seja o que este conjunto imaterial representa em forma de carma o faz protagonista de seu tempo histórico e dono de sua própria razão, quando o grande político de esquerda não arrefece perante a sanha dos que quiseram tratá-lo como indigno de respeito e consideração, a tentar impor-lhe a prisão física, mas incontrolável quando se trata de o Lula falar de política e das questões sociais e econômicas em geral.

O problema para seus inimigos é que o até então preso político jamais cometeu crimes e ficou impossível, até mesmo para os donos do poder Executivo, Legislativo e principalmente o Judiciário mantê-lo encarcerado. As acusações imputadas ao estadista não fechavam, porque ninguém é chefe de quadrilha com um patrimônio modesto para quem foi presidente e desprovido de contas milionárias no Brasil, sendo que Lula nunca teve conta no exterior.

Sua prisão se deu por ato de ofício indeterminado, além de ser vítima de lawfare, quando agentes do estado se movimentam em conluio e usam o Direito para perseguir seus adversários.

Lula, na verdade, já é vitorioso mesmo se voltar à prisão, porque não foi cooptado pelo sistema, assim como também se comportou e se conduziu José Dirceu, que jamais tergiversou quanto à sua inocência, bem como não sucumbiu à perseguição e à perversidade de seus algozes, tanto do Estado quanto da imprensa de mercado controlada por coronéis midiáticos, que há muito tempo deveriam ser investigados e punidos severamente por seus crimes econômicos e políticos, dentre eles a mentira, a calúnia, a difamação e a corrupção.

Não ficaria único magnata bilionário de todas as mídias cruzadas em liberdade se fossem investigados como o foram Lula e José Dirceu. E todo mundo sabe disso, até os idiotas, os cínicos e os hipócritas plenos de iniquidades, que reverberam a burrice e a infâmia sem medir consequências, pois desprovidos de qualquer valor moral e interesse público.

Lula ficou preso em um tempo de 580 dias e recebeu no cárcere inúmeras pessoas de grandeza e importância, a exemplo de políticos, artistas, acadêmicos, religiosos, sindicalistas, líderes de movimentos sociais e minorias, escritores e jornalistas, em um périplo que denota a grandeza desse político pernambucano, humanista por natureza e democrata por opção, que recebeu a atenção do Papa Francisco.

Lula foi sequestrado pelo estado, seus algozes invadiram sua casa, o levaram ao aeroporto coercitivamente, o acusaram de ser autor de incontáveis e absurdas tramoias, como se um político de natureza combativa e que nunca foi cooptado pelo capital internacional e nacional jogaria sua incomparável história de vida na lixeira ou no lodo imundo onde vivem espiritualmente e em pensamentos seus inimigos, que para entregarem o Brasil à sanha do grande capital prenderam um homem inocente e não se importaram com sua história de combate e resiliência, e por isto se deram mal.

Lula Livre! Sua liberdade significa a força do povo brasileiro e sua aliança com ele, porque por de mais simbólica. Contudo, a liberdade de Lula é muito mais do que muitas coisas, porque tentaram linchar Lula moralmente e quebrar-lhe espiritualmente para que ele e seus eleitores e admiradores jamais se atreverem a subir a escada rumo ao desenvolvimento social e econômico.

Acontece que o povo brasileiro, de onde saem os trabalhadores que enriquecem os ricos e servem à classe média experimentou nos governos de Lula e Dilma que é possível melhorar a vida para viver com dignidade. O golpe contra Dilma e Lula significa o Brasil como colônia e colonizado pelo seu pior inimigo interno: a burguesia estatal e privada, que agiram em conluio, como se fosse uma quadrilha para que Lula não fosse eleito após a deposição de Dilma.

Lula em liberdade significa a luta pela democracia, a garantia do funcionamento pleno do Estado Democrático de Direito garantido pela Constituição Cidadã, a ter Ulysses Guimarães como seu principal sustentáculo quando da Constituinte. Lula Livre em um Brasil autoritário. O STF protegeu a democracia. É isso aí.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247