MP da morte

"Para proteger os milionários fascistas que o apoiam e manter a narrativa da agenda econômica em pé, Jair Bolsonaro baixou uma medida provisória que permite a suspensão de contratos de trabalho, em todo o País, por quatro meses", denuncia o jornalista Leandro Fortes. "Congresso Nacional e STF têm que agir, agora" acrescenta

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)


Por Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia Para proteger os milionários fascistas que o apoiam e manter a narrativa da agenda econômica em pé, Jair Bolsonaro baixou uma medida provisória que permite a suspensão de contratos de trabalho, em todo o País, por quatro meses.

É o tempo exato para matar, por inanição, milhões de crianças, ou deixar-lhes sequelas de subnutrição que irão acompanhá-las para o resto da vida.

Também irá martirizar milhões de famílias, jogadas, em meio à incerteza desses tempos sombrios, na perspectiva real da miséria, da fome e do desespero.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Então, se você, mesmo você que votou nesse demente, apesar de ele ser favorável à tortura, ainda não tinha uma razão para cair em si, esse é o momento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ou isso, ou se assuma tão sádico e psicopata quanto ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro aposta no caos, na destruição e na morte para tentar se manter no poder.

Tem como único trunfo uma legião de fanáticos que, alimentada, no passado, por uma mídia criminosa e cevada, hoje, por uma oligarquia mesquinha e odiosa, o segue cega e loucamente, como a um Charles Manson tropical.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Congresso Nacional e STF têm que agir, agora, antes que seja tarde demais.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email