Na ABI, um ponto fora da curva nas campanhas do PDT e do PT-PSB

"Há muitos pontos convergentes nas trajetórias políticas de Lula e Rodrigo Neves", analisa Hildegard Angel

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


Por Hildegard Angel, para o 247 

Foi ontem. Filas longas no hall de entrada do prédio da ABI. Elevador cheio no sobe-desce e, na mesa do palco do auditório, o candidato a governador do Estado do Rio de Janeiro, Rodrigo Neves, ladeado pela ex-ministra da Cultura, Ana de Hollanda, e o presidente da Associação dos Produtores Teatrais do Rio, Eduardo Barata. A cultura abraçando, com seu forte compromisso, o candidato Rodrigo Neves.

O partido de Rodrigo é o PDT, do Ciro Gomes, o evento era, porém, para expressar apoio à candidatura de Luís Inácio Lula da Silva, com o lançamento do manifesto "RodriLula". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ato poderia ser um ponto fora da curva, na campanha eleitoral no Rio de Janeiro, do PDT e da aliança PT-PSB, mas há muitos pontos convergentes nas trajetórias políticas de Lula e Rodrigo. Ambos se reelegeram para um segundo mandato - Lula na Presidência e Rodrigo na prefeitura de Niterói - praticamente por aclamação popular, tamanho o êxito de suas gestões. Ambos deixaram o poder com aprovação máxima e fizeram o sucessor. Ambos inovaram em projetos sociais, caminharam ao lado do povo e de suas necessidades. Ambos visam contemplar toda a população e não apenas um naco. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambos priorizaram a saúde, a cultura, o meio ambiente, a educação, construindo escolas e facilitando o acesso a elas. Na Niterói de Rodrigo, as crianças passaram a estudar em horário integral com três refeições por dia. 

Ambos administram de modo humano e inovador. Ambos sabem conjugar o verbo conciliar sem afetar os interesses do povo. Lula multiplicou os empregos no Brasil, milhões deles, Rodrigo fez o mesmo em Niterói, respeitando as devidas proporções.. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambos foram perseguidos e sofreram injustiças, sem provas. Vítimas de Law fare, a própria Justiça proclamou sua inocência, enquanto seus detratores cambaleiam por aí. 

Bem, tudo isso está expresso no Manifesto, que levou à mobilização de ontem, na ABI, liderada por movimentos sociais e culturais do Estado do Rio de Janeiro, em apoio a Lula presidente e Rodrigo Neves Governador. 

Uma fusão espontânea de "duas almas gêmeas da política brasileira", um "ato de resistência para fazer prevalecer o desejo de muitos fluminenses", diziam no auditório lotado com pessoas que acreditam que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e o ex-prefeito Rodrigo Neves significarão a concretização do que esperam para o Brasil e o Rio, "sem se correr novos riscos". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não temos tempo para experimentos, temos ânsia de experiência", poderia ser o mantra desse movimento nascido ontem, na emblemática e histórica Associação Brasileira de Imprensa, sempre presente nos momentos de transformação e resistência da nossa história republicana.

Apoie a iniciativa do Jornalistas pela Democracia no Catarse

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email