Neymar: um projeto de ídolo fracassado

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Benoit Tessier)


Ídolos nacionais são indivíduos extremamente admirados por conta de suas qualidades que são exaltadas coletivamente. São diferentes de ídolos individuais de perfil intimista (como nossos pais, avós etc.), pois representam uma nação inteira.

De Tostão a Ayrton Senna, de Marta a Gilberto Gil. Há algo em comum entre os ídolos nacionais: a capacidade em construir consensos e de dirimir conflitos, de unir e não dividir. Afinal, eles são representantes de um coletivo. Por isso, tornam-se símbolos, exemplos a serem seguidos, inspirações para muitos.

Neymar é talentoso e termina por aí. Pois não consegue reunir as condições básicas e necessárias para construir consensos entre os torcedores brasileiros, que estão feridos por conta da politização da seleção, da bandeira e da camisa. Ele opera na linha contrária. Reforça a fragmentação. Desagrega o coletivo nacional. 

O simples fato de querer homenagear o presidente derrotado na comemoração de um possível gol na Copa já atenta contra o projeto de pacificação de um Brasil dividido.

Ídolos nacionais agem em função do todo, não só de uma parte. Não são unanimidade e nem isentos a críticas. Podem e devem se posicionar, mas em função do bem comum. Devem ter responsabilidade com suas falas, com suas ações e pelo que representam.

Construir consensos nacionais é tarefa árdua e Neymar não está disposto. Na verdade, nunca esteve. Nele, falta compromisso com a nação e sobra individualismo e soberba.

Sigo torcendo pela sua pronta recuperação e pelos seus gols na Copa. Afinal, a seleção é um bem nacional e a gente torce é para ela com ou sem Neymar, que nada mais é do que um projeto de ídolo fracassado.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247