No devido tempo

Inúmeras candidaturas naufragaram por ter muito tempo e as propagandas se tornaram enfadonhas ao invés de despertarem interesse do eleitor

www.brasil247.com -
(Foto: ABR)


Imagine alguém lhe perguntando o que é o amor? Logo em seguida lhe faz outra pergunta, querendo saber o que é a verdade? Não satisfeito com as respostas, resolve-lhe perguntar o que é justiça? Por fim, faz a seguinte indagação: o que é o tempo? Certamente, as perguntas sofrerão respostas variadas, atreladas ao conceito de cada um.

Tratando especificamente sobre o tempo, o mesmo pode ser um aliado ou um adversário dependendo de como o utiliza. Com a chegada da propaganda eleitoral nos meios de comunicação, há uma expectativa com relação ao desempenho dos candidatos. Há quem acredite que possuir  maior tempo, leva vantagem, pois terá como expor suas propostas, assim também, os candidatos desconhecidos deverão aproveitar o tempo para se fazer conhecido entre os eleitores. Até aí, tudo bem! 

Acontece, que só isso não é suficiente para alavancar uma candidatura. Quem não souber usar o tempo, poderá tornar-se escravo dele. Inúmeras candidaturas naufragaram por ter muito tempo e as propagandas se tornaram enfadonhas ao invés de despertarem interesse do eleitor. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, ao longo da história política nacional, há relatos de candidatos que mesmo não dispondo de muito tempo no horário eleitoral, o pouco que tinha, soube usar de maneira positiva, deixando sua mensagem impregnada na mente do eleitor. Sendo assim, não é o tempo que decide o sucesso de um candidato, mas como o mesmo é utilizado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email