Nova delação da Odebrecht deixa Michel Temer na marca do pênalti

O ilegítimo Michel Temer (PMDB) entrou de vez na marca do pênalti com a delação de Benedicto Barbosa Silva Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura. O Tinhoso também enfrenta problemas na Justiça eleitoral e está muito próximo de beijar a lona.  

BRASILIA, BRAZIL - JUNE 08: Interim president of Brazil Michel Temer gestures during a meeting with business leaders at Palacio do Planalto on June 08, 2016 in Brasilia, Brazil. (Photo by Ricardo Botelho/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images)
BRASILIA, BRAZIL - JUNE 08: Interim president of Brazil Michel Temer gestures during a meeting with business leaders at Palacio do Planalto on June 08, 2016 in Brasilia, Brazil. (Photo by Ricardo Botelho/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images) (Foto: Esmael Morais)

O ilegítimo Michel Temer (PMDB) entrou de vez na marca do pênalti com a delação de Benedicto Barbosa Silva Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura.

BJ, como é conhecido o delator da Odebrecht, relatou reunião com Michel Temer, Moreira Franco e Eduardo Cunha.
A coluna Radar da revista Veja conta que eles trataram de de Caixa Econômica Federal e campanha eleitoral.

Em dezembro passado, Temer já havia sido citado 43 vezes na delação de Cláudio Melo Filho.

Além das broncas no crime, o ilegítimo Michel Temer também enfrenta problemas no eleitoral.

O TSE tem elementos para cassar a chapa Dilma-Temer, ou seja, o Tinhoso está muito próximo de beijar a lona.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247