Nunca foi Família, Deus, Pátria!

Acompanhando o navio da corrupção e do fascismo, alguns fanáticos idiotizados navegam em frágeis balsas, sendo devorados por tubarões famintos, servindo de massa para os delírios de um genocida, que usa essa canalha como cortina de fumaça para se manter, temporariamente, longe da jaula

www.brasil247.com - Planalto e um ato pelo impeachment de Jair Bolsonaro
Planalto e um ato pelo impeachment de Jair Bolsonaro (Foto: ABr | Reuters)


Algumas imagens, como a de Bolsonaro segurando uma metralhadora ao lado de uma criança no evento em BH, não necessitam de legendas para a compreensão de seu significado. Outras precisam de um texto que explique como um presidente da república, que se elegeu sob o guarda-chuva da família, deus e da pátria, consegue se manter no cargo apoiado por 20% da população, transgredindo diariamente tudo o que disse. 

Para compreender, é preciso ter conhecimento de que Bolsonaro é político a mais de trinta anos, seus três filhos também são políticos e nunca trabalharam em outra função. Reconhecidamente racista, misógino e homofóbico, pelas declarações e manifestações durante esse período, o atual presidente atuou no parlamento na bancada conhecida como 'baixo clero', como são denominados os parlamentares de baixa cognição, que não apresentam projetos e votam as pautas por dinheiro. 

Jair, como ratazana que é, desde o início de seu mandato, em 1992, pratica o que se convencionou chamar de 'rachadinha', que na verdade é peculato e corrupção, dentro de seu gabinete. Assim que elegeu seus três filhos, levou a prática criminosa para seus gabinetes e todos fizeram fortuna com desvio de dinheiro público. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esse é o currículo de Jair Bolsonaro até 2014, quando a sociedade decidiu que os governos populares de Lula e Dilma avançaram mais do que o permitido nas questões sociais. A elite escravocrata não suportava mais a ascensão dos 'escravos' que passaram a se alimentar, estudar, trabalhar, viajar e consumir com dignidade. Os bailes de gala na 'senzala' tornaram-se habituais e incomodava os ricos podres e alguns pobres sabujos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foi na votação do impeachment de Dilma na Câmara dos deputados que surgiu o 'mito' Bolsonaro. Ao vivo, para todo o Brasil, babando ódio, o deputado fez apologia à tortura e à ditadura, quando homenageou o coronel Ustra: "Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff, o meu voto é sim", disse justificando seu voto a favor do impeachment. O 'pavor de Dilma' diz respeito ao período em que foi torturada pelo coronel. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A frase repercutiu positivamente entre os fascistas que estavam no armário. Com surpresa descobrimos que amigos e familiares tinham o mesmo pensamento, comungavam com aquele verme fascista. A sociedade se dividiu, a Lava Jato já cumpria seu papel de destruir as indústrias, perseguir os responsáveis pelo bem-estar social da população. O resultado foi a prisão de Lula e a eleição de Bolsonaro. 

Três anos se passaram desde a vitória nas urnas, até agora nada foi realizado que trouxesse progresso para o país, esperança, algo minimamente positivo que se pareça com um governo de fato. Bolsonaro é uma tragédia anunciada, continuou a fazer na presidência o que sempre fez na vida pública: NADA, além de corrupção, preconceito, violência, ignorância, falta de diplomacia. O Brasil saiu de sexta economia para a décima quarta, com o bônus de se transformar em pária mundial. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além da crise financeira e moral, o Brasil também passa por uma crise sanitária, construída pela incompetência e corrupção de um governo aliado a empresários e lobistas, que unidos roubam bilhões em detrimento de centenas de milhares de mortes evitáveis. 

Acompanhando o navio da corrupção e do fascismo, alguns fanáticos idiotizados navegam em frágeis balsas, sendo devorados por tubarões famintos, servindo de massa para os delírios de um genocida, que usa essa canalha como cortina de fumaça para se manter, temporariamente, longe da jaula. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email