Órfão de pai e mãe vivos

Mas tenho esperança – do verbo esperançar, como diz nosso eterno Paulo Freire – de que esses dias turbulentos irão acabar. Que seja pelo impeachment (ainda que tardio!) ou pelas eleições democráticas que defenderemos e deixaremos essa triste parte da história apenas registrado nas páginas obscuras do verdadeiro BraSil

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/Twitter CUT-DF)


Há quase três anos ameacei escrever um artigo com esse mesmo título, uma vez que tive a tristeza de constatar que meu pai e minha mãe eram apoiadores do lesa-pátria Bolsonaro. Relutei e não escrevi. A meu ver, após o golpe de 2016, todas as mazelas e crimes – ambientais, políticos e sociais – fariam com que parte desses alienados, incluindo meus genitores, abrissem os olhos.

Mas não foi o que aconteceu. E ainda tento entender o que leva essa gente, que se diz cristã, que frequenta missas, que se dizem patriotas, continue a acreditar nas mentiras alienáveis que esse criminoso continua a fazer. Pessoas que, inclusive, tiveram a oportunidade de estudar, mas preferem o desvio de caráter.

Hoje, definitivamente, torno-me órfão de pai e mãe vivos, pois desde 2016 começaram a morrer para mim, mas tinha a esperança de uma sobrevida e cura da doença bolsonarismo, fazendo-os perceber que foram enganados. Optaram pela morte ignorante que me machuca e me envergonha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não vou enumerar aqui todos os adjetivos desqualificáveis que seriam perfeitos para Bolsonaro em mais uma tentativa de mostrar quem ele realmente é e o que representa. Ao invés disso, queria entender como esses “cristãos e cristãs” continuam a apoiar esse canalha que ataca nossa jovem democracia. Como pode alguém, no mínimo humano, defender falas e atitudes contra os pobres, homossexuais, negros e indígenas?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O discurso de ódio me fere não apenas por ser esquerdista, mas por notar claramente que o que se passa na cabeça dessa gente não é o bem-estar, igualdade e melhoria para a sociedade, mas apenas o ódio a quem defende isso a ponto de desejarem nossa morte.

Será que realmente acreditam no “fantasma do Comunismo” que, infelizmente, jamais aconteceu nem mesmo na “comunista” China, cuja política não apenas é capitalista, mas a maior economia do mundo? E o que dizer desses acéfalos que, na mesma frase, combinam as palavras LIBERDADE e INTERVENÇÃO MILITAR?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como olhar nos olhos raivosos de um pai e uma mãe que apoiam crimes contra o ambiente e o aparelhamento do Estado? Que são coniventes com o desmatamento e os incêndios criminosos na Amazônia e Pantanal, sem que percebam que isso reflete diretamente na crise hídrica e, consequentemente, no custo da energia? Como conviver com essa gente que apoia um corrupto escancarado – não por convicções e perseguição política, mas com provas e laranjas! – que não apenas rouba, mas esfrega na cara da população?

Será que realmente esses analfabetos políticos estão concordando em pagar R$7,00 o litro da gasolina, mesmo sendo o Brasil um dos maiores produtores do combustível, mas graças às políticas entreguistas e lesa-pátria do “patriota”, sujeita-se à dolarização do mercado, prejudicando o mercado interno? Estarão esses alienados contentes com mais de 584 mil mortes que a Covid-19 causou graças ao apoio do “cidadão de bem” ao defender o uso de medicamentos superfaturados que não têm eficácia comprovada, recusa da compra de vacinas e incentivar aglomerações e o não uso de máscaras?

Comemoram o fato do BraZil ser o 3º país da América Latina no ranking da inflação? Ou ainda os 14,5 milhões de desempregados? Será mesmo que estão vibrando com o retorno do país ao Mapa da Fome, com 20 milhões de pessoas sem ter o que comer e outras 120 milhões (sobre)vivendo em insegurança alimentar? Seria isso o que o deus dessa gente faria?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Realmente não está sendo fácil descobrir que muita gente ainda não quer enxergar todo o retrocesso e o caminho ao caos que Bolsonaro nos colocou. Não é mais uma questão de disputa partidária. É a DEMOCRACIA contra a barbárie antidemocrática!

Como se sentar à mesa com pessoas que não apoiam incentivo à Educação, que aplaudem a destruição da Ciência e os desmontes das políticas públicas, e ainda te ofendem quando você defende evidências científicas e critica a cloroquina e ivermectina como prevenção à Covida-19?

Esse irresponsável, eleito com o apoio das mesmas instituições que hoje ele critica, as quais perseguiram opositores políticos, assim como pelas “fake news”, conseguiu fazer do país um pária mundial com suas bravatas e sandices. Conseguiu, inclusive, destruir famílias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lamentável, inacreditável, surreal que certas pessoas ainda comprem esse discurso vazio de Bolsonaro e não enxerguem que essa tentativa de novo golpe visa a autoproteção dele e de sua faMILÍCIA, uma vez que as instituições que ele critica e tenta jogar a opinião pública contra, na verdade estão cumprindo seu papel democrático, investigando e punindo os responsáveis pela corrupção e desmandos contra o país. E ele sabe que as investigações da “rachadinha”, “fake news”, a corrupção envolvida na compra de vacinas e remédios, e até mesmo do assassinato de Marielle Franco estão avançando e chegarão até eles. O ataque ao STF é sua cartada final que visa desviar o foco de seu desgoverno. O cerco está fechando. A casa – ou melhor, as mansões compradas em plena pandemia – está caindo. Essa tentativa de insurreição é sua única alternativa. E para isso, muito dinheiro – ilícitos, é bom que se diga! – está sendo investido e derramado nas manifestações.

Sinceramente, entristece-me olhar e presenciar fascistas que ainda apoiam esse sujeito vil. Ao mesmo tempo, motiva-me a seguir na luta por uma educação emancipadora, ainda que tentem nos calar com ameaças constantes de censura por justamente educarmos e apresentarmos os fatos que vão além da desinformação dos grupos de WhatsApp e memes das redes sociais.

Mas tenho esperança – do verbo esperançar, como diz nosso eterno Paulo Freire – de que esses dias turbulentos irão acabar. Que seja pelo impeachment (ainda que tardio!) ou pelas eleições democráticas que defenderemos e deixaremos essa triste parte da história apenas registrado nas páginas obscuras do verdadeiro BraSil. Já essa gente que se viu representada pelos discursos racistas, homofóbicos, xenofóbicos, deverá ser combatida diariamente.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email