Os Antifascistas chegaram - a literatura da resistência do Brasil, Angola e Portugal

O livro, editado por Gustavo Felicíssimo, poeta e editor da Mondrongo, chega na urgência e perigo que correm o Brasil e toda democracia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ontem, numa genial parceria com a TV 247, foi o primeiro lançamento da coletânea Antifascistas. Nas próximas quintas-feiras, às 4 da tarde, teremos mais sete lançamentos, que cobrem entrevistas ao vivo com os 32 escritores do Antifascistas. Mais o que é o livro em que escritores se unem contra o fascismo? 

Nas palavras do escritor e jornalista Leonardo Valente, que ao lado de Carol Proner, advogada e professora universitária, organizou a reunião de 32 escritores que fazem da literatura voz militante no mundo, esta foi a origem da coletânea: . “Com a ameaça real de golpe, com o autoritarismo crescente e com o ataque frequente às instituições e à democracia, este livro se tornou ainda mais urgente”, 

O livro, editado por Gustavo Felicíssimo, poeta e editor da Mondrongo, chega na urgência e perigo que correm o Brasil e toda democracia. E adianto logo, de passagem, como se falasse de outro: o autor Urariano Mota se encontra honrado entre estes publicados no livro de combate ao fascismo. Em ordem alfabética: 

André Diniz, Bárbara Caldas, Carol Proner, Christiane Angelotti, Cinthia Kriemler, Cristina Judar, Cristina Serra, Eliane Potiguara, Fernando Molica, Gustavo Felicíssimo, Hildeberto Barbosa Filho, Jeferson Tenório, João Ximenes Braga, José Eduardo Agualusa, Juliana Neuenschwander, Leonardo Tonus, Leonardo Valente, Luis Fernando Verissimo, Marcelo Moutinho, Marcia Denser, Maria Valéria Rezende, Micheliny Verunschk, Nívia Maria Vasconcellos, Pilar del Río, Regina Zappa, Rodrigo Novaes de Almeida, Rosângela Vieira Rocha, Sylvio Back, Stella Maris Rezende, Urariano Mota, Valter Hugo Mãe, Wanda Monteiro.

E sobre a antologia fala melhor o organizador Leonardo Valente: 

“Esta é uma resposta literária ao ódio que tomou de assalto o cotidiano do país, e que preocupa também por virar tendência em outras partes do mundo. Trata-se de um livro que se propõe a ser mais um instrumento na futura disputa pela narrativa e pelos afetos, para que as atrocidades de hoje não se repitam no futuro. ‘Antifascistas - contos, crônicas e poemas de resistência’ (Editora Mondrongo), organizado por Carol Proner e Leonardo Valente, reúne 32 escritores e escritoras de Brasil, Portugal e Angola, que prontamente aderiram ao projeto e que juntos representam parte relevante da literatura e do pensamento lusófono contemporâneo. Escritores e escritoras que não se calam diante do grave momento que exige de todos, e isso inclui a arte, posicionamento”. 

E continua, ao destacar o peso simbólico de ter o livro editado pela Mondrongo, casa editorial da Bahia. “Para nós, era muito importante ter no Brasil uma publicação vinda do Nordeste, região mais massacrada pelo atual governo e vítima do preconceito de fascistas de todas as regiões do país. E no Nordeste, a Mondrongo se destaca pelos prêmios literários e por ser berço de grandes escritores, como o Itamar Vieira Júnior, que hoje faz muito sucesso em Portugal.”

Antes do coronavírus, os lançamentos no Brasil teriam debates voltados para diferentes públicos “com o objetivo de alertar para a necessidade de enfrentar o fascismo”, com pré-lançamento da coletânea em Paris, durante a Primavera Literária Brasileira, maior evento de literatura brasileira no exterior. Mas diante da necessária quarentena, os escritores que não desistem conseguiram um feito. Como bem fala o editor e poeta Gustavo Felicíssimo:

“Uma parceria inédita, com a TV 247, para o lançamento de um livro. Oito programas, ao vivo, um por semana, mediados pela incrível Regina Zappa. O maior lançamento virtual de um livro já feito no Brasil.- 32 autores convidados, quatro por vez, para falarem sobre seus trabalhos, sobre política, sobre pandemia e quarentena, sobre a importância da cultura e da literatura na resistência contra o governo da morte.O primeiro lançamento virtual foi ontem. Mas o vídeo continua a correr no YouTube.

Teremos mais sete lançamentos. As vendas estão disponíveis na Editora Mondrongo.

“Antifascistas - contos, crônicas e poemas de resistência”, 186 páginas, 39 reais. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247