Por que Jair não cai?

As peças que compõem a democracia brasileira não se movem com a intensidade que o momento exige contra um presidente que sinaliza o não cumprimento de decisões judiciais

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)


Jair mais uma vez insufla seus muares a afrontar a democracia. Teme-se que o 7 de Setembro seja de horror, com ataques mais violentos às instituições do que os já rotineiros. Há até quem anteveja a concretização de um golpe no Dia da Independência pelas mãos de policiais militares. A onda golpista se levanta não é de hoje, mas as reações são tímidas, meramente retóricas, salvo alguns despachos dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, via STF e TSE, os quais irritaram o capitão.

As peças que compõem a democracia brasileira não se movem com a intensidade que o momento exige contra um presidente que sinaliza o não cumprimento de decisões judiciais.  A concertação de governadores não terá efeitos práticos, a busca de um dedo de diálogo com Jair só pode ser brincadeira.

Não existe no mundo mandatário tão isolado quanto Jair, interna e externamente, respaldado tão somente por fanáticos incrustrados nas Forças Armadas e nas Polícias. Jair nem sequer tem partido, e é refém do argentário centrão. Não respeita o decoro do cargo nem as normas mais comezinhas de convívio democrático. Ofende a inteligência, a ciência, o bom senso, a civilização, a razão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A CPI desnudou um esquema de corrupção em vigor dentro do Ministério da Saúde, atuante na compra de vacinas durante uma pandemia que já matou mais de meio milhão de brasileiros. A economia naufraga com desemprego cruel, a gasolina alcança 7 reais por litro, tenta-se dar contornos ainda mais precários às relações de trabalho, o câmbio posiciona-se nas alturas, a inflação de alimentos descontrola-se.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jair não governa, nunca governou, por não saber como fazê-lo e por não ter apetite para tanto. Dedica-se a criar inimigos imaginários e a cevar conflitos desnecessários. É um arruaceiro. Por que não cai? Por que ainda não caiu? Por que Jair, que comete crimes em série, ainda ocupa o Palácio do Planalto?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A resposta encontra-se, primeiro, na perversa orquestração que o elegeu, calcada na criminalização da política via Moro-Dallagnol, levada a cabo com a complacência do mesmo Supremo Tribunal que hoje está prestes a ser emparedado. Nem se fale do Congresso Nacional, cujo comando só esteve em piores braços na época de Eduardo Cunha.

O envolvimento dos arrependidos de hoje nas ações destrutivas da democracia de ontem – quando se chocou ovo da serpente - é o que torna a defenestração de Jair tão difícil. A linguagem da política atual é de baixo calão, os bons quadros ficaram para trás.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email