Por que tanto ódio dos partidos de direita com os servidores públicos?

(Foto: Roque de Sက)

Foi protocolizado o Projeto de Lei para a redução salarial dos servidores públicos. Ainda não tem o número. Entretanto, vamos debate-lo já na gênese.

Antes de começar essa discussão aqui com você, leitor-leitora, eu apresento essa reflexão:

Sem os médicos e enfermeiras do serviço público, nós teríamos mais e mais mortes no Brasil nessa pandemia do coronavírus. Vão reduzir os salários dessa gente?

Sem os pesquisadores das universidades públicas, os que estão lutando tanto para encontrar uma vacina para o coronavírus, e se esforçam por tantas tecnologias para o progresso de nosso país, a esperança da cura do COVID-19 teria uma estrada ainda mais infinita para trafegar. Vão reduzir os salários dessa gente?

Sem os policiais que fazem a segurança de nossas ruas, não seria possível impedir que arrogantes que teimam em agir contra as orientações das autoridades sanitárias, continuassem a trafegar e isso tem ajudado para a não-proliferação do coronavírus. Vão reduzir os salários dessa gente?

Sem os professores, estes que são responsáveis pela formação de todo o nosso povo, e que em tempo de coronavírus são essenciais na conscientização de nossos jovens para que não contaminem os seus idosos queridos, não teríamos as enfermeiras e os pesquisadores citados acima. Vão reduzir os salários dessa gente?

O serviço público e seu servidor são essenciais ao desenvolvimento e à vida de um País e seu povo. 

Pergunto: que País é esse que ao invés de TAXAR AS GRANDES FORTUNAS para sobrar dinheiro a fim de pagar os custos dos exames ao diagnóstico da COVID-19 e dos ventiladores pulmonares para salvar a vida de nossos idosos, jogam no lombo dos trabalhadores as contas de uma crise humanitária dessas, aumentando ainda mais a tragédia?

Cravo: com o dinheiro que é pago aos bancos como JUROS DA DÍVIDA PÚBLICA (dívida essa que o povo não contraiu), daria para pagar o Seguro (salário) aos trabalhadores, formais e informais, que estão em casa sem sua vontade, todavia, confinados para salvar a vida de cada um e cada uma, inclusive dos arrogantes que somente pensam em salvar suas ECONOMIAS. 

É com o dinheiro dos BILIONÁRIOS, eles dividindo um pouquinho de sua fortuna que conseguiríamos desafogar os pequenos empresários e comerciantes, o dono da padaria, da oficina mecânica, do restaurante, assim não permitindo que estes geradores de renda não quebrem seus negócios e que os trabalhadores não fiquem sem sua sagrada remuneração para viver e cuidar de seus familiares.

O STF concluirá o julgamento da ADI 2238 que discute a constitucionalidade de alguns artigos da Lei de Responsabilidade Fiscal e assim autorizar, se a Corte assim entender, a redução de vencimentos e da jornada de servidores públicos. O Relator é o ministro Alexandre de Moraes e a redução salarial foi um pedido de nove governadores em 2019.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, atendendo a uma demanda do Mercado e obedecendo a ordem do Presidente da República, Jair Bolsonaro, também enviou uma Proposta de Emenda à Constituição, a PEC nº 186/2019, para flexibilizar uma série de direitos dos servidores públicos. Entre as quais, na órbita do texto, a autorização para achatar os salários dos servidores. E essa é a tendência em cada ato desse grupo que governa o Brasil.

Enfim. Por que esses políticos de direita têm tanto ódio dos servidores públicos? A resposta é simples: deve-se à nossa condição colonial. Ainda somos uma colônia. No passado éramos colônia de Portugal. Hoje somos colônia do Mercado, sobretudo, da parte que vem dos EUA e domina as estruturas de nosso País. E como nossa elite é a mais imunda e egoísta de todo o mundo, essa gente jamais admitirá a retirada de parte de suas riquezas para compartilhar com o próximo (o outro brasileiro mais carente). Prefere retirar os direitos e salários de quem já contribui sobremaneira para nosso País: os trabalhadores e trabalhadoras, nesse caso, os do serviço público. E entre estes, os que estão na linha de frente da luta contra o coronavírus. 

Crueldade desses partidos de direita com seu povo é pouco para lhes definir. São canalhas mesmo...

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247