Prisão de Lula é volta à ditadura

Para o colunista do 247 Alex Solnik, "ninguém no gozo de suas faculdades mentais põe um ex-presidente da República na cadeia por mais de 12 anos por causa de um apartamento de 200 metros quadrados que supostamente teria sido reservado para ele, sem provas de coisa alguma"; "Se o crime não existe, porque não foi demonstrado, a condenação tem fins políticos: afastá-lo – e, por tabela, o PT – da disputa eleitoral deste ano, exatamente como foi feito tantas vezes no Brasil durante os regimes autoritários com candidatos de esquerda ou muito populares. Prisão de Lula é volta à ditadura", afirma

Curitiba - O ex-presidente Lula chega à sede da Superintendência da Polícia Federal onde vai cumprir pena (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Curitiba - O ex-presidente Lula chega à sede da Superintendência da Polícia Federal onde vai cumprir pena (Marcello Casal Jr/Agência Brasil) (Foto: Alex Solnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ninguém no gozo de suas faculdades mentais põe um ex-presidente da República na cadeia por mais de 12 anos por causa de um apartamento de 200 metros quadrados que supostamente teria sido reservado para ele, sem provas de coisa alguma.

Isso é ridículo, é irracional. Não tem lógica.

Só se prende presidente ou ex-presidente em casos extremos, de assassinatos em massa, por exemplo, como aconteceu com Alberto Fujimori, no Peru.

Ou se em contas correntes na Suíça ou cofres ou offshore ou debaixo do colchão forem encontrados centenas de milhões de dólares.

Aí, sim, não tem mais conversa.

É indecoroso e ofensivo à inteligência enquadrar Lula como chefe de uma quadrilha na qual simples diretores da Petrobrás arrecadaram mais de 100 milhões de dólares cada um e a ele coube um apartamento de 200 metros quadrados!

Esses diretores, agora soltos, moram em mansões em regiões nobres do Brasil, enquanto Lula, "o chefão", num apartamento de classe média em São Bernardo do Campo!

Se o crime não existe, porque não foi demonstrado, a condenação tem fins políticos: afastá-lo – e, por tabela, o PT – da disputa eleitoral deste ano, exatamente como foi feito tantas vezes no Brasil durante os regimes autoritários com candidatos de esquerda ou muito populares.

Prisão de Lula é volta à ditadura.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247