PSDB comemora decisão do STF

PSDB deu uma de "João Sem-Braço" ao apoiar o afastamento da presunção da inocência para o petista. A nota da bancada do PSDB, assim como a decisão do STF, tem o objetivo político de afastar o ex-presidente Lula da disputa presidencial de outubro

O líder do PSDB na Câmara, Nilson Leitão (MT), divulgou nota em nome da bancada e do partido comemorando a decisão do STF que negou o habeas corpus para o ex-presidente Lula.

"Uma decisão em sentido contrário frustraria a sociedade e ressaltaria o sentimento de retrocesso no combate à impunidade. O exemplo vem de cima e o Supremo fez a sua parte. Agora, deixemos o Lula para a Justiça. Vamos pensar e cuidar dos brasileiros injustiçados", afirmou o líder tucano.

O diabo é que os tucanos, no Senado, impediram a prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) no caso das propinas de Joesley Batista e, mesmo assim, assinaram na véspera da sessão de ontem no Supremo manifesto pela prisão de Lula.

Ou seja, o PSDB deu uma de "João Sem-Braço" ao apoiar o afastamento da presunção da inocência para o petista.

A nota da bancada do PSDB, assim como a decisão do STF, tem o objetivo político de afastar o ex-presidente Lula da disputa presidencial de outubro.

Abaixo, leia a íntegra da nota do PSDB:

"A decisão do STF contra o habeas corpus do ex-presidente Lula era aguardada, já que reproduz entendimento anterior do tribunal sobre prisão em segunda instância.

Assim, reafirma que, ao contrário do que Lula e o PT defendem, o ex-presidente não está acima da lei, mas ao alcance dela como todos os brasileiros.

Uma decisão em sentido contrário frustraria a sociedade e ressaltaria o sentimento de retrocesso no combate à impunidade.

O exemplo vem de cima e o Supremo fez a sua parte. Agora, deixemos o Lula para a Justiça. Vamos pensar e cuidar dos brasileiros injustiçados.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247