Qual será o tamanho de cada bancada? Um cálculo realista para 2022

"Lula segue favorito e pode até vencer no 1º turno. Mas a batalha será dura. Mesmo que vença, Lula não terá vida fácil no Congresso", escreve Rodrigo Vianna

www.brasil247.com - Lula
Lula (Foto: Divulgação | Reprodução)


Por Rodrigo Vianna

Em 2021, quando Bolsonaro bateu no fundo do poço, era comum ver previsões grandiloquentes: Lula vai ter 60% dos votos e o PT vai eleger 120 deputados, diziam os mais empolgados. Agora que Bolsonaro recupera alguns pontos nas pesquisas, vejo setores progressistas afundarem numa espécie de depressão - que também não se justifica.

Lula segue favorito e pode até vencer no primeiro turno. Mas a batalha será dura. Outro fato precisa ser avaliado com realismo: mesmo que vença em 2022, Lula não terá vida fácil no Congresso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O orçamento secreto e a força do Centrão (que ficou mais evidente após o inchaço da bancada do PL, agora a maior da Casa) tornarão difícil o caminho para o PT e a esquerda, especialmente na Câmara.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quantos deputados o PT vai eleger?

Quantos deputados cada bloco de forças terá na Câmara?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segue abaixo, um ensaio, baseado em avaliação política realista e em consultas a parlamentares e assessores experientes.

Parto do princípio de que o PT, que hoje tem cerca de 55 parlamentares, terá crescimento substancial, especialmente em São Paulo, no Rio Grande do Sul e em alguns estados do Nordeste (mas é preciso levar em conta que no Nordeste o PT já foi bem votado em 2018, portanto será difícil crescer muito, proporcionalmente à votação anterior). No Rio, a bancada pode ser multiplicada por 4 (mas parte de base muito baixa em 2018, quando só elegeu um parlamentar). Em Minas, a situação será mais complicada, porque falta um puxador de votos, e a tendência é estabilidade.

O experiente deputado José Guimarães (PT-CE) lembra que o voto para deputado será o primeiro na urna eletrônica. O cidadão que vai para a sessão com o 13 na cabeça, para votar em Lula, tende a apertar 13 no voto para deputado. Isso pode puxar a bancada, sim, para cima. Mas nada de euforia desmedida... A não ser que haja uma avalanche petista (o que não está no horizonte), parece razoável contar com um aumento de 50% na bancada do Partido dos Trabalhadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A previsão é que PSOL e PCdoB cresçam (um pouco) em relação a 2018. Boulos pode levar a bancada psolista de três para seis cadeiras em São Paulo. Mas o partido não conseguirá avançar muito fora de Rio, Rio Grande do Sul. O PSB deve ficar quase do mesmo tamanho, e o PDT (sob a condução errática de Ciro) pode encolher um pouco.

Na centro-direita, PSDB deve diminuir ainda mais. MDB tende a ficar do mesmo tamanho e PSD pode avançar.

No Centrão, a tendência é que PL passe a ser a segunda bancada na Câmara, só atrás do PT. PP e Republicanos vão crescer – em relação a 2018.

Segue uma previsão de cadeiras (entre parêntesis, sempre, a bancada eleita em 2018).

Bloco de Centro Esquerda - 170 deputados

PT – 80 (54)

PCdoB (+ PPL) – 13 (10)

PSOL – 13 (10)

PSB – 32 (32)

PDT – 23 (28)

PV – 5 (4)

REDE – 4 (1)

======================

Bloco de Direita/Centrão - 210 deputados

PP – 55 (38)

UB (PSL/DEM) – 40 (81)

PL (PR) – 65 (33)

Republicanos (PRB) - 35 (30)

PTB/PSC/Avante/Patriota/nanicos direita - 15 (45)

=======================

Bloco de Direita Liberal - 103 deputados

PSD – 43 (35)

MDB – 35 (34)

PSDB – 20 (29)

Cidadania (PPS) – 5 (8)

=======================

Outros – 30 deputados

Solidariedade 13 (13)

Novo - 5 (8)

Podemos - 12 (11) 

Total - 513

Os números indicam que o bloco de centro-esquerda só terá chance de eleger presidente da Câmara (e quebrar a hegemonia de Arthur Lira), se fechar um acordo com partes do que chamei de Bloco de Direita liberal (PSD e MDB, principalmente).

Ainda assim, há o risco de Lula, se ganhar, ter pela frente um presidente da Câmara ligado ao Centrão, que deve eleger mais de 200 deputados.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email