Querem impedir que Marielle vire Che Guevara

"Essa avalanche de calúnias sórdidas que tenta difamar Marielle, além de revelar o caráter sombrio de seus autores não passa de uma ação política de setores da direita e da extrema-direita, por meio de seus expoentes, coadjuvantes e perfis falsos na internet para impedir que ela se transforme em símbolo da luta contra a opressão, o racismo, a homofobia, a discriminação contra a mulher", diz o colunista Alex Solnik; "A direita tenta destruir Marielle antes que ela se transforme no novo Che Guevara"

Querem impedir que Marielle vire Che Guevara
Querem impedir que Marielle vire Che Guevara (Foto: Esq.: Mario Vasconcelos - CMRJ)

Essa avalanche de calúnias sórdidas que tenta difamar Marielle, além de revelar o caráter sombrio de seus autores não passa de uma ação política de setores da direita e da extrema-direita, por meio de seus expoentes, coadjuvantes e perfis falsos na internet para impedir que ela se transforme em símbolo da luta contra a opressão, o racismo, a homofobia, a discriminação contra a mulher.

Porque a mulher eles mataram, mas um símbolo ninguém mata.

Tudo indica, no entanto, que eles não vão conseguir. Ela já é um símbolo global, como afirma o "Washington Post" hoje, em sua capa.

Dadas as circunstâncias do episódio e a sua história de vida, Marielle já ultrapassa, em impacto internacional, os assassinatos de Edson Luís e de Chico Mendes.

Nenhum acontecimento brasileiro comoveu o mundo, nos últimos anos, como o do atentado contra ela.

O impacto ultrapassou partidos políticos, ideologias e povos.

Não é absurdo imaginar que ela possa ser indicada para o Prêmio Nobel da Paz deste ano.

Marielle é a Angela Davis brasileira.

Marielle é o Martin Luther King brasileiro.

A direita tenta destruir Marielle antes que ela se transforme no novo Che Guevara.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247