Se Fux esperar, Kassio vai matar no peito

Jornalista Alex Solnik diz que o presidente do STF pode esperar a saída de Celso de Mello e o ingresso de Kassio Marques para pautar o julgamento da suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal. "É Fux quem vai decidir, indiretamente, quem será o herdeiro dessa e das outras ações de seu gabinete"

Luiz Fux e Kassio Nunes
Luiz Fux e Kassio Nunes (Foto: Carlos Humberto/SCO-STF | Samuel Figueira/TRF 1ª Região)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia 

Está nas mãos do presidente do STF, Luiz Fux uma decisão que poderá dar dor de cabeça ou alívio a Bolsonaro nas próximas semanas. A primeira e uma das mais importantes de seu mandato recém iniciado.

Na próxima terça-feira, o decano Celso de Mello vai trocar a toga pelo pijama, em meio ao rumoroso processo que investiga interferência do presidente da República na Polícia Federal, do qual é o relator.

É Fux quem vai decidir, indiretamente, quem será o herdeiro dessa e das outras ações de seu gabinete.

E assim definir o futuro desse processo.

Ele poderá fazer como Cármen Lúcia, que não esperou o sucessor de Teori Zavaski ser nomeado, quando ele morreu, em 2017; distribuiu seus processos por sorteio, vencido por Edson Fachin, antes da chegada de Alexandre de Moraes, talvez por desconfiar que o indicado de Temer poderia sentar em cima dos processos da Lava Jato, relatados por Teori.

Nesse caso, Bolsonaro não terá vida fácil, pois, com exceção de Dias Toffoli, com quem trocou um abraçaço histórico no último sábado, nenhum outro ministro demonstra ter simpatia por ele e sua forma de conduzir o país. Bolsonaro tem uma chance em 10 de se dar bem.

Mas Fux também pode optar por esperar a nomeação do escolhido por Bolsonaro, Kassio Nunes, e nesse caso os processos do ex-decano ficam com ele, inclusive o da interferência na Polícia Federal, que vinha sendo conduzido de forma independente e altiva por Celso de Mello.

Essa seria a melhor decisão para Bolsonaro. A julgar pelo noticiário, jamais desmentido pelo futuro ministro, ele foi nomeado por ser terrivelmente bolsonarista. E não vai bater de frente com quem o defende com tanto ardor como Bolsonaro tem defendido, contra tudo e contra todos, correndo o risco de perder apoiadores de extrema-direita que já tacham Bolsonaro de traidor.

Ao contrário do que Fux prometeu a Zé Dirceu, e não cumpriu, Kassio vai matar no peito.

Fux tem mantido, por ora, distanciamento social do presidente da República, o que é bom para ambos e para as instituições que representam.

O que os afasta, além das formalidades constitucionais, é o fato de Fux manter fortes ligações, explicitamente demonstradas, com a Rede Globo e com a Lava Jato, ambas inimigas mortais de Bolsonaro.

Os defeitos de Fux passaram a ser suas virtudes: eles o mantêm longe do Palácio do Planalto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247