Se o PMDB saiu, Temer tem que sair também

Se a moção assinada pelo partido determina a” imediata saída do PMDB do governo, com a entrega de cargos em todas as esferas do Poder Executivo Federal”, porque Michel Temer não abandona também o governo? Ele é peemedebista? Sim. Ele ocupa um cargo no Executivo Federal ? Sim. Então, Temer ficando ele cria um peemedebista Frankstein. Deve ser julgado pelo Comitê de Ética do partido

Brasília - O vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, participa do Congresso da Fundação Ulysses Guimarães e do PMDB, em Brasília (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, participa do Congresso da Fundação Ulysses Guimarães e do PMDB, em Brasília (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Chico Vigilante)

A foto feita por todos os fotógrafos presentes no Congresso Nacional da tarde desta terca-feira, 29/03, onde aparecem sorridentes, de mãos dadas ao alto Eduardo Cunha, Romero Jucá e sua turma entrará para a história.

Sim, entrará para a história como a foto oficial da traição do país, há muito tramada: a imagem dos golpistas oficializando a saída do governo, impondo definitivamente o silêncio à dissidência interna.

A moção assinada pelo PMDB carrega em si uma segunda anomalia, que poderia ser caracterizada como uma decisão bipolar.

Se a moção assinada pelo partido determina a” imediata saída do PMDB do governo, com a entrega de cargos em todas as esferas do Poder Executivo Federal”, porque Michel Temer não abandona também o governo ?

Ele é peemedebista? Sim. Ele ocupa um cargo no Executivo Federal ? Sim. Então, Temer ficando ele cria um peemedebista Frankstein. Deve ser julgado pelo Comitê de Ética do partido.

A permanência de Temer, no entanto, embute todo o script do golpe. O PMDB abandona o governo e isso facilita a vida de seus deputados para que votem a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

O PMDB, apesar da dissidência interna e de ministros seus que gostariam de ficar, impõe o rápido abandono para alimentar a imagem da perda de controle do governo.

O mais importante de toda esta trama, no entanto, e que não pode ser esquecido, é o assalto do poder democraticamente constituído armado por Temer tem por finalidade última livrar todos os corruptos do PMDB e de seus aliados tucanos de golpe, das investigações em curso, baseadas em inúmeras denúncias fora ou dentro da Operação Lava Jato.

Agora que a lista da Odebrecht deixou bem claro que o PMDB é o mais envolvido no recebimento de propinas, derrubar Dilma - que sempre incentivou as investigações - é o caminho mais curto para se livrarem da cadeia e continuarem roubando.

O golpe não passará. Os golpistas serão derrotados nas ruas. O povo brasileiro sabe o que quer, não aceita mais golpe e traição e não vai perdoar corruptos que além de não vencerem nas urnas querem tomar o poder para roubar impunemente.

 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Jair no divã de Freud

O cartunista Miguel Paiva encena uma improvável ida de Bolsonaro a um divã de psicanalista - e, nada mais nada menos, que ao maior dos psicanalistas, Sigmund Freud: "Freud - O senhor está sendo...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247