Sem medo de ser feliz

www.brasil247.com - Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante comício em São Paulo 24/09/2022
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante comício em São Paulo 24/09/2022 (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)


Na reta final da campanha, enquanto o presidente e candidato Jair Bolsonaro sobe em touro em Petrolina (PE), faz motociatas nas capitais, agride ministros da Suprema Corte e aparece decrépito em Live direto do almoxarifado do Palácio da Alvorada, o futuro presidente Lula realiza encontros com artistas no Anhembi, com esportistas, influenciadores, movimentos de pessoas com deficiência, da terceira idade, religiosos, representantes da sociedade civil organizada, e jantou com o “PIB brasileiro’ em encontro histórico com empresários. 

Esse panorama se reflete nas pesquisas de intenção de votos de todos os Institutos, que colocam Lula como o provável Presidente da República Federativa do Brasil pela terceira vez. 

Não existe clima de ‘já ganhou’ nos comitês e nas ruas, porque ainda vivemos o luto das mortes na pandemia e a fome de milhões de irmãos e irmãs apertam nossos corações.  

Temos o dever civilizatório, pátrio e cível de jogar no lixo o infortúnio do fardo inútil acumulado durante o desastroso governo do futuro presidiário e genocida. 

É preciso que o TSE fique atento com a proibição do direito de ir e vir, como quer o prefeito de Porto Alegre suspendendo o passe livre nos transportes que atendem periferias no dia 2, os piquetes nas portas das garagens de ônibus no dia da eleição, a suposta trama dos mesários bolsonaristas,  ataque de hacker aos sites do PT, exército orientando eleitores, violência contra quem estiver portando algum símbolo da esquerda, e até as postagens de bolsonaristas nas redes, como a de um fanático lambendo o cano de uma escopeta. 

Não sabemos se será no primeiro ou no segundo turno, mas a vitória do PT virá com a certeza de quem já separou a picanha, cerveja, e convidou familiares e amigos para o churrasco da vitória. 

Ainda vamos escrever sobre ‘urnas fraudadas’, bravatas milicianas, ‘impedimento’ da posse de Lula, votos do 22 ‘caindo’ na conta do 13, processos judiciais; episódios como a tentativa caótica de reedição do ‘Capitólio’ vão estar na ordem do dia, assim como as fake news sobre uma possível reação das Forças Armadas. 

A verdade vencerá, a democracia é mais forte, a OEA a UE e a ONU estão preparadas para reconhecer a vitória de Lula assim que o resultado for anunciado, nenhuma Instituição ficará ao lado de um golpista desmoralizado que vai gastar seus dias tentando fugir da cadeia.  

E, em 2023, a história recente será parcialmente reparada com a ex-Presidenta Dilma Rousseff passando a Faixa Presidencial para o Presidente Luís Inácio Lula da Silva. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email