Paliativos? Basta!

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


Emergência? É um estado eterno no Brasil. Infelizmente há partidarismo em detrimento do povo. A fome é secular neste país.

É nítido que o Brazil não conhece o Brasil.

Prática secular é a representatividade. Milhões entregando suas vidas nas mãos dos “bons” ou “maus” políticos. Democracia é para o povo e feita para o povo; e aí?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Todo planejamento político encontra um caminho populista quando recria os projetos assistencialistas. E isso deveria ser erradicado do atrasado cenário da política partidária que gera suas PECS casuísticas; que funcionam como paliativos para o moribundo povo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como vivem estes 213,3 milhões de brasileiros?

A EDUCAÇÃO é artigo de luxo. E parece que o destino da população  “desacontecida” é o lixo. Entre rupturas e continuidades os esquerdistas e os direitistas caminham sempre na trilha do assistencialismo. E isso gera povo excluído. Até quando?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ademais, existem mais membros da Imprensa Marrom do que imaginamos: e eles cooptam as mentes fragilizadas. E nesta altura do campeonato eleitoral vemos nascer mais uma Proposta de Emenda à Constituição que oferta migalhas à pobreza.

Brincar com as vidas de seres humanos deveria ter uma punição real. Mas na realidade 80 por cento dos presidiários são pobres e negros; e muitos deles roubaram “pão” para comer....Não queremos ficar com o palito do picolé nas mãos.

 #ValReiterjornalismohistórico

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

#Lula

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email