Sergio Moro: O sapateiro do diabo

Ex-juiz parcial e ex-ministro capacho, Moro saiu do país na barca do purgatório e foi aos Estados Unidos ser ungido para retornar repaginado, ‘fonoaudiologizado’ e com uma oratória vazia de conteúdo verdadeiro. O retorno do ‘conje’ é sinal de que o serviço ainda não foi de todo executado

www.brasil247.com - O pacote criminoso de Sérgio Moro
O pacote criminoso de Sérgio Moro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Sérgio Moro é um personagem ‘dos infernos’ que roubou o Brasil e o entregou para oligarcas e fidalgos modernos, que ressurge das sombras minúsculo, parvo, fora do contexto, forjando ganir inutilmente um salmo. 

Em entrevista ao jornalista Pedro Bial, dublê de Roberto Marinho, o marreco de Maringá conseguiu ser a pior caricatura dele mesmo, quando disse que retornou para ‘consertar o sistema político’ e que vai ‘tentar mais um vez’. 

Moro cumpriu o rito da lava jato vazando áudios seletivos, grampeando advogados, espetacularizando a justiça com condução coercitiva, prisões ilegais, sem falar na fábrica de dinheiro que se transformou as delações premiadas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após concluir o trecho que conduziu à eleição de Bolsonaro, Moro foi para o Ministério da Justiça, porém, como não tinha ambiente para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal, pulou fora do governo, contrariando declaração de sua esposa de que ele e o presidente eram ‘uma coisa só’. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ex-juiz parcial e ex-ministro capacho, Moro saiu do país na barca do purgatório e foi aos Estados Unidos ser ungido para retornar repaginado, ‘fonoaudiologizado’ e com uma oratória vazia de conteúdo verdadeiro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O retorno do ‘conje’ é sinal de que o serviço ainda não foi de todo executado e que mais uma tentativa será necessária para enterrar de vez o que sobrou do que um dia foi uma nação. 

Sergio Moro retornou ao Brasil, agora na barca do inferno, cujo comandante é o diabo a quem o ex-juiz serve, se inspira e inclina para colocar e retirar seus sapatos do forno. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email