Sobre heróis, vilões, verdade e propaganda: organizando as ideias sobre Zelenski

Ele é utilizado por uns como o herói contra o mal do mundo, e por outros como o vilão que justifica as ações criminosas de Putin

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/YouTube)


Por Jean Goldenbaum

Desde o início da guerra vemos que na mídia brasileira as matérias referentes a este tema em sua absoluta maioria só servem a um lado. A dialética, o equilíbrio, a honestidade em apresentar fatos se desassociando de sua simpatia ou antipatia pessoal por um ou por outro é praticamente inexistente por parte dos autores.

Pois bem, creio que cabe tecer alguns comentários pontuais sobre Zelenski, afinal ele é utilizado por uns como o herói contra o mal do mundo, e por outros como o vilão que justifica as ações criminosas de Putin (que seria neste caso o herói).

Vamos então aos fatos comprovados sobre ambos os lados. Tenho certeza de que estes fatos desagradarão tanto aos torcedores de Putin quanto aos de Zelenski, afinal nenhum deles quer a verdade, mas sim e somente propaganda. Mas eu não tenho nada a ver com isso, então exponho aqui as circunstâncias acerca deste caso, sobre as quais  tomei conhecimento de maneira imparcial e desapaixonada:

-Tanto na Ucrânia quanto na Rússia há forças neonazistas fortíssimas. Tanto Zelenski quanto Putin aceitam neonazistas se estiverem ao seu lado. É o típico caso “nazista bonzinho e nazista maldoso”. Assim, nessa guerra há nazista matando nazista. Zelenski e Putin são extremamente semelhantes neste sentido.

-Zelenski e seus oligarcas ao redor entraram no poder com o intuito de instalar no país uma “Direita de sapatênis”, excluindo toda a Esquerda e expulsando do parlamento os partidos neonazistas. Conseguiram exatamente isso. Antes dele os neonazistas possuíam diversas cadeiras no parlamento. Agora possuem zero. Zelenski aceita os batalhões neonazistas em seu exército pois eles são eficientes contra a Rússia. Putin faz exatamente o mesmo. Nazistas russos fiéis a ele e dispostos a lutar são 100% bem-vindos.

-Entre os partidos de Esquerda havia de centro-esquerda a extrema-esquerda. Zelenski acabou com todos. Sua “Direita sapatênis” no melhor modelo ocidental não atura nem Esquerda e nem Neonazistas. Estes dois polos só atrapalhariam seu projeto maior para a Ucrânia: a ocidentalização e a entrada na UE/OTAN (o que não vai acontecer como deixaram claríssimo diversas vezes Merkel, Scholz e Macron).

-Já Putin é ainda menos democrático que Zelenski e não precisa proibir partidos. Ele está acima disto. Ele simplesmente decretou que ficará no poder praticamente até a sua morte, e quem contrariar isso vai preso, simples assim. Seja de Direita ou de Esquerda. Putin é ótimo nisso: ele elege os “aceitáveis” para ele. Contanto que não ameacem sua ditadura, está excelente, seja de Esquerda ou de Direita. Mesmo com a causa muçulmana foi assim. Os russos esmagaram seus muçulmanos por décadas. Putin chegou com uma nova ideia: “Vocês podem ser o que quiserem, contanto que eu mande aqui e vocês aceitem.” Ele então colocou o ditador Kadyrov na Chechênia, que governa brutalmente impondo um misto de Shariá com regência faraônica. E o que importa é: eles dizem “Ave Putin”, e fica tudo bem. No Dagestão é semelhante.

-E o Massacre dos Sindicalistas em 2014 na Ucrânia, ocorreu mesmo ou é mentira? Ocorreu. Está documentado. Mas foi antes de Zelenski. Este e os seus oligarcas são contra esse tipo de coisa e bloquearam tais ações animalescas – tanto é que não ocorreu nada assim em seu governo. Por que? Porque gostam de sindicalistas? Óbvio que não. Fizeram isso pelo mesmo motivo que cito acima: querem se ocidentalizar e ser “aprovados” por UE, OTAN e tal.

Basicamente é por aí.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Encerro o texto sem me estender mais, porque hoje em dia expressar um mínimo de razão em meio a este fanatismo que tomou o Brasil, já é um desafio hercúleo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De qualquer modo, espero ter ajudado aqueles que desejam absorver fatos e não alentos pesudoargumentativos que satisfaçam somente as suas convicções já solidificadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email