“Terra sem lei”: nós estamos nesse filme

"Aproveitando-se da ignorância da maioria da população quanto ao estado de direito, garantido pela existência e efetiva aplicação das leis, as autoridades atuais, comandadas pelo presidente eleito atuam diariamente para que o Brasil seja cada vez mais uma terra sem lei, para melhor submeter os brasileiros à sua vontade imperial", constata o jornalista Alex Solnik

(Foto: Reuters)

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia - Perguntei a meu filho mais velho, depois de passar doze dias de férias no 

 “Não tem comparação” respondeu ele. “Isto aqui é uma terra sem lei”.

O grande problema é que não só o mandatário atual avacalha as leis todos os dias, mas grande parte dos brasileiros não lhes dá valor, não sabe que elas os protegem.

 Grande parte dos brasileiros pensa que a constituição é só um pedaço de papel, e não a garantia da sua liberdade.

 Aproveitando-se da ignorância da maioria da população quanto ao estado de direito, garantido pela existência e efetiva aplicação das leis, as autoridades atuais, comandadas pelo presidente eleito atuam diariamente para que o Brasil seja cada vez mais uma terra sem lei, para melhor submeter os brasileiros à sua vontade imperial.

  Numa terra sem lei impera o vale tudo.

  Manda quem tem força e não quem tem razão.

  Dá-se mais valor a revólver que a livro.

  “Terra sem lei” parece nome de filme.

  E nós estamos nele.

  E não cabemos todos em Portugal.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247