Um novo tempo virá. No pós-coronavírus, nada será como antes

Os bolsominions que ainda resistem já não conseguem mais justificar o governo fanfarrão que eles elegeram

(Brasília - DF, 20/03/2020) Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministros de Estado participam de videoconferência com representantes da Iniciativa Privada.Foto: Isac Nóbrega/PR
(Brasília - DF, 20/03/2020) Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministros de Estado participam de videoconferência com representantes da Iniciativa Privada.Foto: Isac Nóbrega/PR (Foto: Isac Nobrega)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Uma onda de amor ao próximo invadiu os corações dos bolsominions que ainda resistem! Só que o motivo não é caridade! É que essa gente está sendo obrigada a quebrar seu orgulho, seu ódio e sua maldade pela força sensível da natureza!

Os bolsominions que ainda resistem já não conseguem mais justificar o governo fanfarrão que eles elegeram. Agora estão apelando para não falarmos mais de política em razão da crise do Coronavirus! Eles querem que as pessoas finjam igual a eles! Fingir é próprio dos bolsominions, mas não é próprio de quem quer cidadania e quer um governo decente!

Bolsonaro foi marcado pelo haitiano com as frases: Sabe aquela história do garoto que, ao ver o vaidoso rei, que acreditava ser o homem mais bem vestido de todo o reino, até que um dia ao sair na rua, gritou: “O REI ESTA NÚ”, então, foi o que fez o haitiano! E como num passe de mágica, a sociedade está acordando da anestesia que deixou tantos em estado catatônico.

"Bolsonaro, acabou",

"Você está recebendo mensagem no celular. Todo mundo, todo brasileiro está recebendo mensagem. ... seus filhos mandaram para você”.

“Você não é presidente mais. Precisa desistir”.

“Você está espalhando o vírus e vai matar os brasileiros!"

Assim, ao ouvir o espanto do haitiano, ao ver o rei dos bolsominions nú, a classe média acordou e já correram para as panelas!!! O Rei esta nú!!

A tática daqueles que ainda insistem em defender o coiso, vai durar até o fim da quarentena! Seja ela voluntária, seja ela forçada! Quando o povo voltar às ruas, vai entender o que fizeram com a economia. E não adianta dizer que o problema foi o vírus. Antes do vírus, o dólar já estava em batendo na casa dos R$ 4,50! O mundo vai vir abaixo!

Paulo Guedes vai ser o primeiro a puxar o jatinho e cair fora! Esse, como aquele bichinho que fica no porão dos navios, certamente já sabe que essa nau é ingovernável e vai pular fora jajá... o outro que não fica 15 dias após o recesso forçado, será o marido da conja! A Conja, aliás já andou postando indiretas quando as coisas estavam na crista da onda. Imagina agora, que o friozinho de Curitiba chama pra preservação do ambiente doméstico! Isso, se, evidentemente o ex juiz ladrão, como disse o Deputado Glauber Rocha, conseguir escapar da delação de um dos presos no Paraguai, do caso Ronaldinho Gaúcho, mas isso é outra história! Aguardem!

Enfim. O Coronavirus, está se desenhando como um desastre. Mas lamentavelmente, não será o único! Em breve veremos o que significou o golpe contra Dilma e vamos entender as reais consequências dessa aventura golpista! Tudo começou a ser destruído com o egoísmo de Aécio Neves e sua volúpia pelo poder, que aliando-se a Eduardo Cunha, destruíram as condições do Brasil se reerguer ainda em 2015 com as pautas bombas aprovadas por um Congresso irresponsável, que tinha como timoneiro todo o bando que se locupletou do governo Temer, o golpista!

Já faz mais 4 anos que esse pessoal governa o Brasil e tudo que conseguiram foi deixar pior o que alegavam estar ruim. Basta olhar os números da economia, da gasolina, do dólar e de todos os dados macroeconômicos para comprovar!

O coronavirus vai ser didático. Vai ensinar aos países que acreditaram no deus mercado! Mamon, é um deus perverso! Não tem coração. Não tem amor, não tem pregação! Manon acredita apenas na felicidade daqueles que o servem e se servem dos pobres para ter conforto. No livro de Tiago, capítulo 5, Versículo 1-6 está clara a penalidade para os que adoraram este falso senhor:

“1 Cuidado, ricos! Chorai e gemei pelas vossas misérias que virão sobre vós.
2 As vossas riquezas estão podres, e as vossas roupas estão comidas pela traça.
3 O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados, e a ferrugem deles será testemunho contra vós, e comerá a vossa carne como fogo. Acumulastes tesouro para os dias finais.
4 Eis que o salário dos trabalhadores que colheram nos vossos campos, que por vós foi retido fraudulentamente, está clamando; e os clamores dos que fizeram a colheita chegaram os ouvidos do Senhor dos exércitos.
5 Vivestes em luxo sobre a terra, e tivestes prazeres. Engordastes os vossos corações num dia de matança.

6 Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.”

Os Estados Unidos viram os números de pessoas contaminadas e de mortes dobrarem em 24 horas (31.573 casos de infecção e 402 mortes). A pandemia nos EUA não será como a de nenhum outro lugar, por dois motivos:

Primeiro e óbvio: Não há mais como freá-la!
Segundo: Eles não tem SUS!

Durante todo o século XX, os norte-americanos construíram um projeto de nação baseado na individualidade do sucesso que contribuiria para o sucesso de todos! Assim, aqueles que não alcançassem o sucesso iriam ficar para trás, para não atrapalhar o desenvolvimento e o acúmulo de riquezas! Indústrias foram desenvolvidas, tecnologias foram criadas, serviços foram inventados, guerras foram produzidas, incentivadas e distribuídas ao redor do globo (sim... para desespero de alguns bolso minions, a terra é redonda) para que a hegemonia da máquina norte americana predominasse!

Curiosamente, na contramão do modelo de acúmulos proposto pela economia de mercado, capitalista e neoliberal, a economia planificada dos dois países comunistas da metade do século passado, conseguiram se sustentar para fazer frente aos norte-americanos. Entre as três potências bélicas, EUA, URSS (atual Rússia) e China, as duas últimas estatizaram e planificaram suas economias e concentraram poder num modelo de estado anticapitalista. O resultado disso é que conseguem dar respostas governamentais muito mais rápidas para problemas coletivos de suas sociedades. O resultado disso, podemos ver e acompanhar com relação ao Coronavirus.

Hoje, 24/04/2020 já se tem notícias da falta de capacidade americana em oferecer respostas à sua sociedade, pois seu povo, não tem cobertura para pagar os altos custos hospitalares. Mas, pior do que isso, não tem hospitais em número suficiente para atender essa da sociedade “mais desenvolvida do mundo” SQN;

Como exemplo, pode-se ver o que acontece em Nova Iorque:  Segundo estudos, New York precisará de 140 mil leitos para tratar todos os pacientes com coronavírus. O Estado tem 53 mil leitos e outros 3 mil de unidade de terapia intensiva.
Os Estados Unidos viram os números de pessoas contaminadas e de mortes dobrarem em 24 horas (31.573 casos de infecção e 402 mortes) em todo o país!

Não há dúvidas de que haverá uma profunda reflexão por parte da sociedade sobre este modelo econômico! Se verá que quem se imaginava até a semana passada protegido esta tão despido quanto Bolsonaro na frente do haitiano!

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247