Um saque certeiro

Há um claro projeto de substituir os atos de governo, inexistes do ponto de vista do bem-estar da população, pela perseguição ideológica. Quem pensa diferente deve ser combatido ou eliminado -, é a chave do estratagema. Por isso, tentaram fazer calar professores em sala de aula e falam mal deles junto à imprensa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Nos esportes como em muitas áreas da atividade humana, incluindo a política, uma das condições para entrar em cena é a coragem. Sem ela, não se avalia o tamanho dos adversários, as dimensões da quadra, a força do saque. O que não parece evidente nos desempenhos esportivos é o uso da palavra. Sabe-se que em campo, além das observações do técnico, os participantes orientam igualmente, com suas observações, os rigores da partida. E não se espera, ao contrário do que se tenta veicular, a absoluta isenção dos atletas, que, assim, agiriam como robôs, escondendo-se por trás da ação, sem reflexão. Nunca houve nem se esperou que houvesse semelhante postura, como se os seres humanos, em suas formas de expressão (e o esporte é uma forma de expressão, das mais importantes, desde os gregos) tivessem necessariamente de alienar-se e se apresentar rígidos diante do público. Atletas, atrás de patrocinadores, fazem propaganda de produtos e empresas e não podem, indignados, denunciar situações? Venhamos e convenhamos!...

Obviamente, Carol Solberg não tem sangue de barata. É filha de uma campeã, testada e aprovada em todas as artes do vôlei. Fui professor de sua avó, Marília, e sou colega de sua tia, Teresa. Imagino que um grito lhe estava atravessado na garganta, pronto para explodir. E não é somente questão de família, embora família, como a sua, ajude. Como não é só questão de juventude, não obstante, no caso, a juventude também dê a sua contribuição. Antes de protestar, ouviu o Presidente da República ofender os ouvidos da nação dirigindo impropérios a torto e a direito. Autoridades em pastas de ministérios frequentando a imprensa com teses absurdas, embrulhadas em palavrões. Como impedir que um grito de revolta brotasse na garganta da jovem, bem preparada com a força da coragem? Se não querem protestos, que se comportem em vez de reprimir com medidas vazias as manifestações espontâneas e, na verdade, justas. Tribunais eram instituições que tinham por finalidade garantir a liberdade das pessoas alinhadas à justiça e ao bem comum. Na justiça desportiva, com mais razão, segundo o princípio da mens sana in corpore sano. Curiosamente, os que agora se levantam enfurecidos contra Carol, calaram-se quando no Maracanã, na inauguração da Copa do Mundo, a classe média ofendeu de todas as maneiras possíveis a então Presidente Dilma Rousseff... São dois pesos e duas medidas?

Contudo, a jovem esportista sabe que, nas circunstâncias, não se acha sozinha. A inteligência, ao lado da coerência, acompanha os acontecimentos. E, felizmente, também, o Presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que já anunciou a sua presença no andamento do processo, saberá argumentar a seu favor para impedir que, neste país abundante de injustiças, não se cometa mais uma. 

Há um claro projeto de substituir os atos de governo, inexistes do ponto de vista do bem-estar da população, pela perseguição ideológica. Quem pensa diferente deve ser combatido ou eliminado -, é a chave do estratagema. Por isso, tentaram fazer calar professores em sala de aula e falam mal deles junto à imprensa. Nas posições do Estado, limparam as estruturas num verdadeiro macarthismo, de tal maneira que ninguém se erga em favor da razão nos próximos duzentos anos. Mas não adianta. Há e sempre haverá jovens como Carol Solberb para tirar o sono dos autoritários. Nem tudo se perdeu. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247