Vamos todos cair na real

Nesse mundo virtual em que nos metemos a minha opinião pouco vale para aquele que não a aceita. O oposto é a mesma coisa. Virou senso comum a agressividade em comentários, em qualquer rede de comunicação social

Nesse mundo virtual em que nos metemos a minha opinião pouco vale para aquele que não a aceita. O oposto é a mesma coisa. Virou senso comum a agressividade em comentários, em qualquer rede de comunicação social
Nesse mundo virtual em que nos metemos a minha opinião pouco vale para aquele que não a aceita. O oposto é a mesma coisa. Virou senso comum a agressividade em comentários, em qualquer rede de comunicação social (Foto: Dimas Roque)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Quando falam que a “nossa sociedade está doente”, muitas das vezes não nos atentamos para o que realmente a frase nos indica. Ou normalmente pensamos que o outro está com algum problema e nunca nós mesmos. Isso é a forma que nos alimentamos dos erros alheios para nos tornarmos os “melhores”. O que pensa diferente de mim está sempre errado. Errado! Temos que estar dispostos a, mesmo não aceitando uma opinião diferente, dispostos a ouvir sem partirmos para a agressividade verbal.

Falo isso porque nesse mundo virtual em que nos metemos a minha opinião pouco vale para aquele que não a aceita. O oposto é a mesma coisa. Virou senso comum a agressividade em comentários, em qualquer rede de comunicação social. E há figurinhas carimbadas que passam dias, semanas, meses a até anos, falando sempre a mesma coisa com agressividade a outros. Para esse tipo de pessoa não importa o dialogo, ela está sempre certa. Se você é uma delas, procure com urgência um tratamento medico. Você está doente.

Amizades de muitos anos estão deixando de existir. Familiares estão deixando de se falar. E entramos trocando o mundo real pelo virtual, e isto é está refletindo em nossas relações. Hoje quando se pergunta a alguém quantos amigos tem, a resposta é, “no facebook milhares. No instagram, outros tantos...”. Já não lembramos mais dos verdadeiros amigos. Aqueles com quem brincamos na infância, estudamos no colégio ou mesmo os vizinhos com quem jogamos bola. Você conhece ou sabe o nome dos seus vizinhos que moram à esquerda ou da direita da sua casa? Se não sabe, aproveite o dia de hoje e vá se apresentar a eles.

E esse mundo virtual, onde a politica virou caso de guerra entre facções? Bom, não temos como não estar nele, mas não há motivos para você deixar de mandar beijos para seu amigo da rua que você mora, de abraçar aquele conhecido que você encontra no shopping, de mostrar o polegar direito para a pessoa no transito que lhe deu passagem, ou mesmo pedir desculpas quando você o trancou na esquina. Tudo isso andamos fazendo no mundo virtual. Precisamos reinventar o mundo real para voltarmos a ser mais solidários um com o outro.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247