“A condução da pandemia por Bolsonaro nos levará a uma tragédia”, afirma Arthur Chioro, ex-ministro da Saúde

Para Chioro, o caminho é “enfrentar as forças conservadoras”. “Os fascistas precisam voltar para o armário e nós lutar pela vida, pelo SUS, pelo direito à vacina, por políticas públicas, ciência e tecnologia”, disse. Assista na TV 247

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Arthur Chioro
Jair Bolsonaro e Arthur Chioro (Foto: Divulgação)


247 - Em participação no programa Pauta Brasil, transmitido pela TV 247, o ex-ministro da Saúde Arthur Chioro criticou duramente o governo Jair Bolsonaro pela ausência de ações para conter o avanço da Covid-19 no Brasil e reduzir a mortalidade causada pela doença.Para Chioro, Bolsonaro leva uma política de omissão deliberada que gera uma “tragédia sem precedentes”. O ex-ministro estima que o Brasil chegará ao final do primeiro semestre de 2021 com meio milhão de mortos pelo coronavírus. “A condução da pandemia por Bolsonaro nos levará a uma tragédia. Chegaremos em julho com mais de 500 mil óbitos no Brasil”.

Segundo Chioro, caso o Brasil tivesse feito a lição de casa, registraria 44 mil óbitos. Se nada for feito, de acordo com ele, o número será maior que 1,5 milhão de mortes.

Chioro elencou ainda diversas decisões de Bolsonaro e equipe que prejudicaram o combate à pandemia no Brasil: “desmonte da estrutura técnica do Ministério [da Saúde], do comitê de vacinação, a incapacidade de prover vacinas, de incidir sobre os insumos em falta, a ausência do governo e sabotagem em relação às medidas não medicalizantes, destruição das estratégias de isolamento social; o Ministério não fez campanhas de informação, a sabotagem do próprio presidente com o uso de máscaras, o confronto com governadores e prefeitos, incapacidade de financiar a saúde, os equívocos na estratégia de vacinação e a guerra política”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“São questões que se acumulam e irão gerar a tragédia social e humanitária que viveremos”, acrescentou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-ministro concluiu lembrando da responsabilidade de cada cidadão na proteção à vida. O Brasil, de acordo com Chioro, necessita de um grande freio para não viver uma tragédia ainda maior. Para isso, porém, é preciso mobilizar a sociedade. “Os fascistas precisam voltar para o armário e nós lutar pela vida, pelo SUS, pelo direito à vacina, por políticas públicas, ciência e tecnologia. Precisamos enfrentar as forças conservadoras”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Pauta Brasil, programa da Fundação Perseu Abramo, recebe especialistas, lideranças políticas e gestores públicos para discutir os grandes temas da conjuntura política brasileira. Os debates são realizados às segundas, quartas e sextas-feiras, sempre às 17h, e transmitidos ao vivo pela TV 247.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email