"Eu disse que voltaríamos e nós voltamos", diz Dilma, aclamada por multidão na UERJ (vídeo)

“Nós voltamos e vamos estar nas ruas defendendo a reconstrução do Brasil”, lembrou a ex-presidente Dilma Rousseff (PT)

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - Aclamada por multidão em evento organizado pelo Grupo Puebla na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), a ex-presidenta Dilma Rousseff defendeu a Petrobras, que vem sendo destruída pelos governos que assumiram o País após o golpe de 2016: Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL).

“Nós não vamos deixar a Petrobras ser entregue para as grandes empresas internacionais. Nós não vamos deixar que eles continuem condenando 19 milhões de brasileiros à fome”, disse Dilma, lembrando seu discurso contra o golpe em 31 de agosto de 2016.

“Eu disse que nós voltaríamos e isso não ia ficar assim. Nós voltamos e vamos estar nas ruas defendendo a reconstrução do Brasil”, lembrou, destacando que o os governos do PT tiraram o Brasil do Mapa da Fome da ONU em 2014.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O reconhecimento da inocência do ex-presidente Lula permitiu que nós tivéssemos novamente uma alternativa no campo de defesa do povo desse país, das mulheres, dos negros, dos mais pobres, das classes médias, dos estudantes, dos jovens, dos proferssores”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Tenho orgulho de ter trabalhado no governo do presidente Lula”, argumentou. “Vão inventar muita mentira contra o nosso presidente [Lula} nesse ano de 2022 em que nós vamos reconstruir nosso Brasil”, disse, mas lembrou da necessidade de lutar para reconstruir o Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O evento reuniu várias lideranças de esquerda do mundo, entre ex-presidentes e outros dirigentes políticos.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email