Alcolumbre devolve MP autoritária que permitia a Bolsonaro intervir nas universidades

Em sua decisão, Alcolumbre afirma que o ato viola a Constituição. "O parlamento permanece vigilante na defesa das instituições e no avanço da ciência", diz o presidente do Senado

Davi Alcolumbre, Abraham Weintraub e Jair Bolsonaro
Davi Alcolumbre, Abraham Weintraub e Jair Bolsonaro (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, devolveu nesta sexta-feira (12) a Jair Bolsonaro a Medida Provisória que permite ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, escolher reitores temporários para as universidades federais durante período de pandemia de coronavírus. Com informações de Thais Arbex, da CNN.

A MP, na prática, dá a Weintraub o poder de interferir nas universidades e institutos federais.

Na decisão, Alcolumbre afirma que o ato viola a Constituição. "O parlamento permanece vigilante na defesa das instituições e no avanço da ciência", diz o presidente do Senado.

"Cabe a mim, como Presidente do Congresso Nacional, não deixar tramitar proposições que violem a Constituição Federal", escreveu Alcolumbre no Twitter.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já havia dito que que a MP é inconstitucional.

Em troca de mensagens com o jornalista Igor Gadelha, da CNN, Weintraub não quis comentar a atitude de Alcolumbre.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247