Alexandre de Moraes libera contas bancárias de empresários bolsonaristas que defenderam golpe

"Em razão da passagem do 7 de setembro, não configura-se mais necessária a manutenção do bloqueio", justifica o ministro

www.brasil247.com - Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Raymundo, José Koury e Luciano Hang
Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Raymundo, José Koury e Luciano Hang (Foto: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE | Reprodução | Divulgação/PF | Edilson Rodrigues/Agência Senado)


247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou nesta quarta-feira (14) a liberação das contas bancárias dos empresários bolsonaristas alvos de uma ação da Polícia Federal por terem defendido em um grupo de WhatsApp um golpe de Estado em caso de derrota de Jair Bolsonaro (PL) e vitória do ex-presidente Lula (PT) na eleição.

Em despacho sigiloso de duas páginas, segundo Caio Junqueira, da CNN Brasil, o ministro afirma que “em razão da passagem do feriado de 7 de Setembro e da efetivação do afastamento dos sigilos bancários, medida que possibilitará o aprofundamento da investigação e eventual financiamento de atos criminosos, não configura-se mais necessária a manutenção do bloqueio dos ativos financeiros das pessoas nominadas”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247