Alta rejeição inviabiliza ex-juiz suspeito Sergio Moro

Ex-juiz parcial tem 61% de rejeição e está tecnicamente empatado com Bolsonaro, segundo a pesquisa Genial/Quaest

www.brasil247.com -
(Foto: Lula Marques/Fotos Públicas)


247 - A pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (8) traz péssimas notícias para o ex-juiz Sérgio Moro, condenado pelo Supremo Tribunal Federal por parcialidade contra o ex-presidente Lula. 

De acordo com o levantamento, o pré-candidato a presidente pelo Podemos é rejeitado por 61% da população. O índice coloca Moro tecnicamente empatado com Bolsonaro no ranking dos candidatos em quem os eleitores dizem que "conhecem e não votariam".

Confira os números: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Rejeição Moro


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a pesquisa Quaest, Lula lidera em todos os cenários, em primeiro e segundo turnos. Já Jair Bolsonaro permanece em segundo lugar, mas é derrotado em qualquer cenário de segundo turno.  

No cenário com sete pré-candidatos, Lula teria 46% dos votos; Bolsonaro, 23%; Sergio Moro viria em terceiro, com 10%; Ciro Gomes, na quarta posição, com 5%; João Doria (PSDB), com 2%; e Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe D’Ávila empatados com 1%. O número de brancos e nulos é de 7% e o de indecisos, 5%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alckmin vice de Lula

Pesquisa do instituto Quaest indica baixa rejeição dos eleitores a uma eventual chapa com o ex-presidente Lula e o ex-governador Geraldo Alckmin de vice para as eleições de 2022.

Para 64%, Alckmin como vice de Lula não muda a intenção de voto no petista. 13% disseram que esta composição de chapa diminui a chance de votar em Lula e 12% afirmaram que Alckmin vice aumenta a chance de votar em Lula. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email