Bolsonaro ameaçou demitir Weintraub, diz revista

Jair Bolsonaro teria ficado irritado com o vazamento da informação de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, vetou a indicação de um nome do PP para a presidência do FNDE

Abraham Weintraub e Jair Bolsonaro
Abraham Weintraub e Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro teria ficado irritado com o vazamento à imprensa de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, vetou um nome do PP para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Com informações da Crusoé.

Bolsonaro acusou Weintraub na quinta-feira (7) de ter vazado a informação para, nas palavras de Bolsonaro, "dar uma de gostoso". Assessores do Palácio do Planalto disseram que Bolsonaro cogitou demitir Weintraub.

A presidência do FNDE foi oferecida ao Partido Progressista (PP) como parte das negociações de Bolsonaro com o Centrão, em busca de apoio. O presidente do PP, senador Ciro Nogueira, quer colocar seu chefe de gabinete, Marcelo da Ponte, no cargo.

O assessor especial da Presidência e irmão do ministro da Educação, Arthur Weintraub, tratou de acalmar Bolsonaro e garantiu que seu irmão não vazou a informação à imprensa, culpando os generais que, de acordo com Arthur, queriam queimar o ministro.

Assessores especiais disseram à Crusoé que, por ora, Bolsonaro descarta demitir Weintraub.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247