Bolsonaro diz que policiais e militares terão isenção de imposto sobre importação de armas

"Brevemente, já está bastante avançado, uma boa notícia, nós vamos poder importar armas para uso individual sem imposto de importação", afirmou Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (6) que “brevemente” irá isentar policiais e militares, uma de suas principais bases de apoio,  do pagamento do imposto de importação sobre a compra de armamentos adquiridos no exterior. Segundo reportagem do jornal O Globo, Bolsoanro teria afirmado que a medida "vai ajudar todo o pessoal dos artigos 142 e 144 da nossa Constituição”. O artigo 142 da Constituição vem sendo usado frequentemente por Bolsonaro e aliados para defender uma possível intervenção militar. 

“Dizer aos senhores que brevemente, já está bastante avançado, uma boa notícia, nós vamos poder importar armas para uso individual sem imposto de importação. Uma boa medida que vai ajudar todo o pessoal dos artigos 142 e 144 da nossa Constituição. E também vamos atingir o pessoal de segurança das casas legislativas estaduais e a federal, talvez a municipal, não tenho certeza. São medidas que ajudam”, disse Bolsonaro durante a inauguração de um hospital de campanha contra a Covid-19 em Águas Lindas (GO). 

Na quarta-feira (5), Bolsonaro já havia prometido a apoiadores que iria afrouxar ainda mais as regras para o porte e posse de armas de fogo no Brasil. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247