Bolsonaro negocia com centrão comando de órgãos com orçamento de R$ 86 bilhões

Numa demonstração de que decidiu surfar de vez nas ondas do que chamava de "velha política", Jair Bolsonaro está negociando com partidos do Centrão presidências e diretorias de órgãos que dão muito poder regional e manejam verbas milionárias

(Foto: REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro está negociando com partidos do Centrão, como PP, PL, Republicanos e PSD, cargos em órgãos que têm um orçamento somado de R$ 86 bilhões. 

Reportagem da jornalista Natália Portinar, no Globo informa que um desses órgãos, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) é o maior desses postos cobiçados pelos partidos do Centrão. Com verba de R$ 54 bilhões, libera compras e celebra convênios na área de educação, com forte interface com os governos municipais e estaduais. Além de organizar a compra de livros didáticos, o fundo controla repasses federais para alimentação escolar.

Também está em negociação o Banco do Nordeste, com orçamento de R$ 29 bilhões. O Banco do Nordeste é uma sociedade de economia mista, com participação pública e privada. O órgão recebe verba do estado para subsidiar empréstimos, com o objetivo de promover o desenvolvimento da região. Agora, o banco está sendo negociado com o PL, partido de Valdemar Costa Neto, ex-deputado federal condenado no mensalão. A nomeação deve sair nos próximos dias. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247