Bolsonaro tentou contato, mas Xi Jinping não quis atendê-lo

A embaixada da China no Brasil afirma que aceita o fim do conflito diplomático somente com uma retratação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O parlamentar acusou o país asiático de esconder informações sobre o coronavírus

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

247 - Jair Bolsonaro tentou contato com Xi Jinping, mas o presidente chinês não quis atendê-lo. De acordo com a jornalista Maria Cristina Fernandes, no Valor Econômico, a embaixada da China no Brasil afirma que aceita o fim do conflito diplomático somente com uma retratação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O parlamentar acusou o país asiático de esconder informações sobre o coronavírus. 

"O deputado federal Eduardo Bolsonaro tem que pedir desculpa ao povo chinês por sua provocação flagrante", diz a nota, que também criticou as declarações do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo. "A parte chinesa não aceitou a gestão feita pelo embaixador Ernesto Araújo à noite o dia 18".

Nesta sexta-feira 20, Jair Bolsonaro disse haver "zero problema com a China" e que se precisasse ligar para o presidente chinês, ligaria "sem problema nenhuma".

"Não há nenhum problema com a China. Zero problema com a China. Se tiver que ligar pro presidente chinês, eu ligo sem problema nenhum", afirmou Bolsonaro.

Ele se recusou a responder, no entanto, se considera a China culpada pela pandemia.

"Não manifesto minha opinião sobre esse assunto. Vocês têm dito e escrito constantemente que esse vírus nasceu em Wuhan, na China. Esse assunto é página virada, não existe problema com a China", disse.

O chanceler brasileiro havia dito que a opinião de Eduardo Bolsonaro não atacou o chefe de Estado chinês.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247