Daniel Cara: “não se cria frente ampla com o bolsonarismo, e o MBL é o bolsonarismo”

Em entrevista à TV 247, o educador e professor da USP lamentou que muitos da esquerda tenham caído no “canto das sereias” do movimento de “gente nefasta”. “Não tenho nenhum problema em construir politicamente com quem quer que seja. Eu só não construo com cafajeste e o MBL”, disse. Assista

Daniel Cara / MBL
Daniel Cara / MBL (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) Daniel Cara criticou, em entrevista à TV 247, os atos do MBL pelo “Fora Bolsonaro”, marcados para 12 de setembro, e a disponibilidade de setores da esquerda em compor com o ato. Filiado ao PSOL, ele chegou a defender que medidas sejam tomadas contra aqueles que contrariarem orientações partidárias.

Para ele, o MBL “é o bolsonarismo”. “Lamento que muita gente entrou no canto das sereias de que é preciso criar uma frente ampla. Mas não se cria uma frente ampla com o bolsonarismo para derrubar o Bolsonaro. O MBL é o bolsonarismo, é gente nefasta”, afirmou Cara.

“O que fizeram com a Marielle, o que fizeram com os povos indígenas, o que fizeram com a questão racial, o jeito irônico e deplorável de agir. Com essas pessoas não dá para se misturar. Tem que saber, de fato, fazer uma linha no chão. Não tenho nenhum problema em construir politicamente com quem quer que seja. Eu só não construo com cafajeste e o MBL se trata de pessoas que não têm caráter, não dá para trabalhar com eles”, prosseguiu. 

PUBLICIDADE

Ele defendeu ainda que parlamentares que não sigam as instruções da Executiva Nacional do partido passem pela Comissão de Ética.

“Não tem que ter discussão, quando você faz parte de um partido e exerce um mandato parlamentar, você não pode aderir. Seja por oportunismo eleitoral, porque nas redes sociais tem muita gente demandando a construção de uma frente ampla fictícia, seja por sensibilidade em relação ao momento político, você não pode colocar o carro na frente dos bois. Tem que ter compromisso partidário. Ir a uma mobilização do MBL é ir contra tudo que significa o socialismo e a liberdade. Se você não acredita em socialismo e liberdade pode procurar outro partido”, criticou.

PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email