Declaração de Funaro complica acordo de delação

Afirmação feita nesta semana pelo operador, de que "ainda tem" o que entregar sobre Michel Temer, complicou seu acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República, pois deu a entender, para o órgão, que estava escondendo informações dos procuradores

lucio funaro
lucio funaro (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma declaração feita pelo operador Lúcio Funaro nesta semana complicou o acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República, que já estaria em fase adiantada.

Segundo nota na coluna Expresso, da revista Época, a afirmação de que "ainda tem" o que entregar sobre Michel Temer "provocou grande confusão" na PGR, pois deu a entender que estaria escondendo informações dos procuradores.

De acordo com a coluna, os advogados de Funaro, que está preso, tentam contornar a situação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email