Dilma chega à Suécia para renovar parceria estratégica

Presidente Dilma Rousseff desembarca em neste sábado (17) em Estocolmo, na Suécia, para visita oficial de dois dias; Dilma manterá encontros com empresários brasileiros e suecos, no âmbito do Conselho Empresarial Brasil-Suécia, discursará na abertura do Seminário Empresarial Brasil-Suécia; e visitará a sede da SAAB, onde já está em curso o processo de fabricação dos primeiros Gripen NG, adquiridos pelo governo brasileiro; empresas suecas instaladas no Brasil geram quase 60 mil empregos no País

Presidente Dilma Rousseff desembarca em neste sábado (17) em Estocolmo, na Suécia, para visita oficial de dois dias; Dilma manterá encontros com empresários brasileiros e suecos, no âmbito do Conselho Empresarial Brasil-Suécia, discursará na abertura do Seminário Empresarial Brasil-Suécia; e visitará a sede da SAAB, onde já está em curso o processo de fabricação dos primeiros Gripen NG, adquiridos pelo governo brasileiro; empresas suecas instaladas no Brasil geram quase 60 mil empregos no País
Presidente Dilma Rousseff desembarca em neste sábado (17) em Estocolmo, na Suécia, para visita oficial de dois dias; Dilma manterá encontros com empresários brasileiros e suecos, no âmbito do Conselho Empresarial Brasil-Suécia, discursará na abertura do Seminário Empresarial Brasil-Suécia; e visitará a sede da SAAB, onde já está em curso o processo de fabricação dos primeiros Gripen NG, adquiridos pelo governo brasileiro; empresas suecas instaladas no Brasil geram quase 60 mil empregos no País (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -A presidente Dilma Rousseff chega neste sábado (17) a Estocolmo, na Suécia, para visita oficial de dois dias. No domingo (18) e na segunda-feira (19), Dilma cumpre agenda de compromissos com reuniões tanto com o chefe de Estado, o Rei Carls XVI Gustaf, quanto com o chefe de Governo, o primeiro-ministro Stefan Löfven.

Dilma também manterá encontros com empresários brasileiros e suecos, no âmbito do Conselho Empresarial Brasil-Suécia e discursará na abertura do Seminário Empresarial Brasil-Suécia. Visitará, ainda, na cidade de Linköping, a sede da SAAB, onde já está em curso o processo de fabricação dos primeiros Gripen NG, adquiridos pelo governo brasileiro.

Para o embaixador do Brasil na Suécia, Marcos Pinta Gama, a visita de Dilma Rousseff é oportuna e marca a renovação de uma parceria estratégica entre Brasil e Suécia.

"Brasil e Suécia já possuem uma relação extremamente sólida, e nós buscaremos aprofundar através da visita tão importante da presidenta porque ela vai permitir justamente a intensificação de uma série de projetos. E nós estamos discutindo com a Suécia um grande número de parcerias em áreas como o meio ambiente, a cooperação em mudança do clima, a cooperação em transportes, energia, área de inovação. Há grandes possibilidades de trabalho conjunto entre os dois países", avalia.

Em encontro durante a Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, realizada no mês passado em Nova Iorque, o Brasil foi convidado pelo primeiro-ministro sueco para integrar o Grupo de Alto Nível para apoiar a implementação da Agenda 2030, do qual também fazem parte África do Sul, Alemanha, Colômbia, Índia, Libéria, Suécia, Tanzânia, Timor Leste e Tunísia.

"Na área política, Brasil e Suécia também já trabalham, cooperam fortemente nas Nações Unidas, em temas os mais variados, como desarmamento, Direitos Humanos e defesa da democracia", enumera o diplomata.

Marcos Pinta Gama destaca que o projeto de construção dos novos caças da Força Aérea Brasileira fortalece ainda mais as relações entre Brasil e Suécia, mas que as relações econômicas e comerciais entre os dois países não se limitam a essa área.

"Nosso relacionamento é extremamente diversificado: quase 250 empresas suecas estão instaladas no Brasil, algumas há quase 100 anos, como a Ericson, a SKF. E, portanto, a presença da Suécia na economia brasileira é uma presença muito forte, muito significativa, gerando quase 60 mil empregos, gerando pesquisa e desenvolvimento também, no Brasil", afirma.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email