Governador do DF critica falta de conhecimento de Moro sobre segurança

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), fez duras críticas ao ministro da Justiça Sérgio Moro, após a decisão do governo federal de transferir para um presidio de segurança máxima de Brasília, o chefe máximo do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola; "Essa atitude do ministro Moro demonstra que ele não conhece nada de segurança, realmente', declarou o governador neste sábado (23)

Governador do DF critica falta de conhecimento de Moro sobre segurança
Governador do DF critica falta de conhecimento de Moro sobre segurança

247 - O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), fez duras críticas ao ministro da Justiça Sérgio Moro, após a decisão do governo federal de transferir para um presidio de segurança máxima de Brasília, o chefe máximo do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola.

Marcola foi transferido de um presídio federal de Porto Velho (RO), e foi enviado na sexta-feira (22)para a unidade em Brasília. Outros três líderes da facção também foram alvo da mesma operação, um sinal de que o governo pode adotar o rodízio em prisões federais para dificultar a reorganização da cúpula do PCC e planos de fuga.

Reportagem de O Estado de S.Paulo informa que o governador Ibaneis Rocha "disse que se trata de uma decisão absurda e afirmou que vai procurar o presidente Jair Bolsonaro para que o líder do PPC seja levado para fora da capital federal". 'Já pedi à procuradoria para preparar uma ação judicial, com base na lei de segurança nacional. Essa atitude do ministro Moro demonstra que ele não conhece nada de segurança, realmente', declarou o governador neste sábado (23), durante visita ao evento SOS DF Justiça, que acontece em Candangolândia, no entorno de Brasília.

“Você não pode trazer um criminoso desse quilate, um criminoso que arrasta com ele todo crime organizado. E olha que nós estamos fazendo nossa parte. Vocês viram ontem pela manhã. Nós prendemos sete integrantes do PCC aqui no Distrito Federal”, disse Ibaneis, claramente irritado com a decisão do governo federal.

Veja a íntegra

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247