Judeus protestam contra nova aproximação entre bolsonaristas e nazistas

"Sob a capa do conservadorismo, o bolsonarismo não se preocupa mais em esconder suas simpatias", apontaram os Judeus pela Democracia, após o encontro entre Bia Kicis e grupos ligados ao neonazismo alemão

Bia Kicis e Beatrix von Storch
Bia Kicis e Beatrix von Storch (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – "Bia Kicis esteve com a AfD, da extrema-direita alemã, com raízes ligadas ao nazismo e notadamente xenófobo. O partido é investigado pela Inteligência alemã por posturas antidemocráticas. Sob a capa do conservadorismo, o bolsonarismo não se preocupa mais em esconder suas simpatias", postou o grupo Judeus pela Democracia, em suas redes sociais.

"O Museu do Holocausto fez um fio que merece ser lido. A amiga de Bia Kicis é neta do ministro nazista das Finanças e um dos poucos membros do gabinete do Terceiro Reich a servir continuamente desde a nomeação de Hitler como chanceler", prosseguiu o grupo. Confira:

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email