Juiz que detonou Dilma e “bolsa esmola” recebeu R$ 139 mil em auxílio-moradia retroativo

O juiz Henrique Baltazar Vilar dos Santos (foto), do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, que criticou o "bolsa esmola" da presidente deposta Dilma Rousseff, aparece na lista de juízes e desembargadores que receberam auxílio moradia retroativo; ele recebeu R$ 139.923,42 retroativos em auxílio-mordia

O juiz Henrique Baltazar Vilar dos Santos (foto), do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, que criticou o "bolsa esmola" da presidente deposta Dilma Rousseff, aparece na lista de juízes e desembargadores que receberam auxílio moradia retroativo; ele recebeu R$ 139.923,42 retroativos em auxílio-mordia
O juiz Henrique Baltazar Vilar dos Santos (foto), do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, que criticou o "bolsa esmola" da presidente deposta Dilma Rousseff, aparece na lista de juízes e desembargadores que receberam auxílio moradia retroativo; ele recebeu R$ 139.923,42 retroativos em auxílio-mordia (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Forum - O Portal da Transparência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte divulgou uma lista dos valores gastos com auxílio-moradia de seus magistrados durante o último mês de outubro. A soma gira em torno de R$ 40 milhões, referentes a valores retroativos, a 22 desembargadores e 195 juízes.

Entre os magistrados, está Henrique Baltazar Vilar dos Santos, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN). Santos é um usuário assíduo do Facebook e do Twitter, onde costuma expor suas posições de direita. Entre seus compartilhamentos estão posts pró-Bolsonaro e sites ligados ao MBL que espalham fake news; incluindo Flávio "Morgenstern" Martins, condenado na Justiça por criar a hashtag "Caetano pedófilo".

Além disso, ataca rotineiramente o PT e, segundo informou o DCM, detonou Dilma, em 2013, pela "mancada" de ter ido a um "local público com muita gente que não recebe bolsa esmola e não ocupa cargo comissionado".

Depois de algum tempo, sua própria "bolsa esmola" acabou se tornando pública. Henrique Baltazar Vilar dos Santos aparece na lista de juízes e desembargadores do TJ-RN que receberam auxílio moradia retroativo. Santos que critica os que recebem, por necessidade, apenas R$ 85 de auxílio por mês, mas parece não se importar com seus R$ 139.923,42, também bancados pelo contribuinte.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247