Michelle propõe jejum 'pelo Brasil' e Boulos rebate: "Bolsonaro se antecipou para 33 milhões de pessoas"

Primeira-dama propôs que seus seguidores cristãos façam jejum e 'supliquem a Deus que os livre dos corruptos' enquanto 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil de Bolsonaro

www.brasil247.com - Michelle Bolsonaro e Guilherme Boulos
Michelle Bolsonaro e Guilherme Boulos (Foto: Isac Nóbrega/PR | Giulia Cassol/Sul21)


247 - A primeira-dama Michelle Bolsonaro publicou, via Instagram, um vídeo convocando os seguidores bolsonaristas a fazerem um jejum de 12 horas 'pelo Brasil', entre as 0h e 12h desta quinta-feira (29). "Você que é cidadão e cristão, reserve um tempo neste dia e clame ao senhor Jesus pelo nosso país", dizia um trecho do material.

Em outra parte, o vídeo faz referência indireta à eleição presidencial de 2 de outubro: "Vamos suplicar a Deus que nos livre dos corruptos, que saquearam o nosso país. Vamos clamar por justiça, livramento de fraudes e declarar um novo tempo de prosperidade nunca visto antes em nossa nação."

O mentiroso ataque indireto da esposa de Jair Bolsonaro (PL) ao ex-presidente Lula e ao Partido dos Trabalhadores (PT) foi rebatido por Guilherme Boulos (PSOL), via Twitter: "Michelle Bolsonaro propôs hoje um 'jejum pelo Brasil'. Para 33 milhões de pessoas, o marido dela se antecipou."

O número citado por Boulos refere-se aos 33 milhões de brasileiros que estão passando fome devido à incompetência do governo Bolsonaro em promover condições mínimas de sobrevivência ao povo brasileiro. O dado foi extraído do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, divulgado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email