Operação da PF mira contrabando de ouro de Roraima e da Venezuela

Segundo as investigações, empresários e servidores públicos teriam movimentado R$ 230 milhões com 1,2 tonelada de ouro

(Foto: Divulgação/PF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (6) uma operação para desmantelar um esquema de contrabando de ouro. Segundo as investigações, empresários e servidores públicos teriam movimentado R$ 230 milhões com 1,2 tonelada de ouro da Venezuela e de garimpos ilegais em Roraima nos últimos três anos.

De acordo com a polícia, a quadrilha pagava propina a servidores públicos para legalizar o ouro extraído de garimpos venezuelanos e de Roraima.

Ao todo, 150 policiais estão cumprindo 17 mandados de prisão preventiva e cinco de prisão temporária, 48 de busca e apreensão, e 18 de sequestro de bens nos estados de em Roraima, Amazonas, Rondônia, São Paulo e Rio Grande do Norte.



O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247